Connect with us

destaque

PT diz que Jair Bolsonaro quer “destruir o Bolsa Família”

Publicado

on

O Partido dos Trabalhadores (PT) lançou uma nota pública nesta segunda-feira (9). O assunto do documento foi o Bolsa Família. De acordo com a agremiação política, o Presidente Jair Bolsonaro estaria pronto para “destruir o programa”. Eles dizem ainda que o Governo estaria enganando a população com esse aumento.

Na segunda (9), Bolsonaro esteve no Congresso Nacional justamente para entregar a Medida Provisória (MP) do novo Bolsa Família nas mãos do Presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL). Esse texto que o Presidente entregou dá alguns detalhes do novo programa social que deve entrar em cena a partir do próximo mês de novembro.

A MP não mostra quais seriam os valores médios dos pagamentos do projeto. O que se sabe, no entanto, é que esses repasses irão subir de patamar. Hoje, de acordo com o Ministério da Cidadania, a liberação média do programa está na casa dos R$ 190. Isso deve subir para algo em torno de R$ 300 ou R$ 400.

De acordo com o PT, tudo isso não passaria de um plano do Presidente. “Bolsonaro anunciou que vai acabar com o Bolsa Família para substituí-lo por um programa que não tem recursos garantidos. Tanto é que, ao apresentar a MP, teve de apresentar também uma proposta de emenda à constituição (PEC) para parcelar as dívidas que o governo têm de pagar no ano que vem por determinação da Justiça (os chamados precatórios)”, disse o partido em nota.

“(O programa) é falso do começo ao fim. Além de ser inventado por um governo que não está nem aí para os mais pobres, a medida provisória (MP) que o cria não informa quantas pessoas serão beneficiadas, quanto cada família vai receber e de onde vai sair o dinheiro”, completa o partido na nota em questão.

Novo programa social

De acordo com informações da imprensa, a ideia de Bolsonaro é de fato desvincular a imagem do PT do benefício. Por isso, ele decidiu inclusive trocar o nome do projeto. O Bolsa Família vai virar Auxílio Brasil a partir de novembro.

A ideia segue sendo portanto começar esses repasses logo depois do fim dos pagamentos do Auxílio Emergencial. Recentemente o Governo Federal anunciou a prorrogação desse benefício por mais três meses.

Isso significa dizer portanto que o Auxílio Emergencial vai seguir fazendo pagamentos até, pelo menos, o próximo mês de outubro. Por consequência dá para dizer que o Bolsa Família como nós conhecemos hoje só tem mais três meses de duração.

Olho no PT

Não há como negar, no entanto, toda a questão eleitoral que tomou conta desta discussão. De acordo com os principais analistas políticos, o PT e Bolsonaro estão em uma guerra de narrativas e estão apostando tudo nisso.

De um lado, Bolsonaro tende a dizer que aumentou os valores do Bolsa Família e que melhorou o atendimento do mesmo nos seus anos de poder. É isso, aliás, o que ele pretende fazer a partir de novembro.

Do outro lado, o PT pretende dizer que Bolsonaro estaria apostando em um aumento irreal do programa usando fontes de renda que ele mesmo não saberiam quais são. E que isso poderia ser um perigo para o futuro do projeto no país.

Notícias Concursos

Clique aqui e faça parte de nosso grupo de whatsapp

Clique aqui e siga-nos no instagram

Clique aqui e siga-nos no facebook

Clique aqui e siga-nos no Twitter

Clique aqui e faça parte de nosso grupo de Telegram

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é WPP-1024x338.jpg
Publicidade

PUBLICIDADE

Publicidade

COLUNISTA FOTOGRAFICO

COLUNISTA VARIEDADE

Publicidade