Connect with us

destaque

Pessoas sem Auxílio nem Bolsa Família esperam resposta do Governo

Publicado

on

Enquanto o Governo Federal se prepara para começar a liberação da segunda parcela do Auxílio Emergencial, muitas pessoas ainda esperam o pagamento de alguma renda. Nas redes sociais, vários brasileiros denunciam que não estão recebendo nenhum tipo de benefício neste momento.

Há casos, por exemplo, em que os cidadãos tiveram um bloqueio no Bolsa Família e uma negativa no Auxílio Emergencial. Essas pessoas estão esperando uma resposta do Governo para saber o que elas podem receber. Elas precisam de algum tipo de renda.

De acordo com esses cidadãos, eles estão dentro de todas as exigências do Governo para receber os benefícios. Boa parte deles não estão trabalhando ou recebendo qualquer tipo de renda neste momento. No entanto, mesmo assim eles não estão recebendo nenhum auxílio do Governo.

O Governo Federal alega que no caso do Auxílio Emergencial boa parte dessas pessoas não estão recebendo o benefício porque não receberam no ano passado. Ou pelo menos elas tiveram o cancelamento no benefício em algum momento em 2020.

Sobre o Bolsa Família, o Governo alega que teve que bloquear alguns benefícios por causa de irregularidades. No entanto, eles afirmam que devem aumentar o tamanho do programa e inserir mais pessoas a partir do próximo mês de agosto.

“Invisíveis”

De acordo com o Ministro da Economia, Paulo Guedes, o Governo Federal sabe da existência das pessoas que não estão recebendo nenhum tipo de benefício neste momento. De acordo com ele, esses cidadãos são os “invisíveis”.

Ele deu esse nome porque argumenta que são pessoas que não estão visíveis aos olhos do estado. No entanto, ele garantiu que o Planalto está trabalhando em um novo projeto para inserir esses brasileiros. Ainda não se sabe ao certo o que seria esse novo projeto. No entanto, se sabe que a ideia é começar os pagamentos logo depois do fim do Auxílio Emergencial.

O mais provável, é que aconteça mesmo a reformulação do Bolsa Família. Hoje, o programa atende cerca de 14 milhões de pessoas. De acordo com o Ministro da Cidadania, João Roma, a ideia é fazer com que esse projeto consiga inserir mais cidadãos a partir de agosto.

Auxílios nos estados

Enquanto o novo Bolsa Família não chega, uma saída para os “invisíveis” talvez seja usar os auxílios dos estados. Na grande maioria dos casos, esses benefícios estão indo para pessoas que justamente não recebem nem o Bolsa Família nem o Auxílio Emergencial.

As regras desses benefícios variam de estado para estado. No entanto, quase todos eles estão fazendo pagamentos para as pessoas que estão em situação de extrema pobreza, quando se recebe até R$ 89 de maneira per capita. Ou ainda de pobreza, ou seja, aqueles que recebem renda per capita de até R$ 174.

Em todo caso, é importante procurar informações apenas nos canais oficiais dos Governos dos estados. Isso porque, várias quadrilhas estão neste momento tentando enganar as pessoas que estão desesperadas por uma renda. Dessa forma, é importante tomar cuidado para não arranjar mais um problema neste momento.

NOTÍCIAS CONCURSOS

Clique aqui e faça parte de nosso grupo de whatsapp

Clique aqui e siga-nos no instagram

Clique aqui e siga-nos no facebook

Clique aqui e siga-nos no Twitter

Clique aqui e faça parte de nosso grupo de Telegram

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é WPP-1024x338.jpg
Publicidade

PUBLICIDADE

Publicidade

COLUNISTA FOTOGRAFICO

COLUNISTA VARIEDADE

Publicidade