Connect with us

destaque

Mulher é estuprada e morta com 60 marteladas na região de Belo Horizonte

Publicado

on

Uma mulher de 36 anos foi estuprada e morta com 60 marteladas em Igarapé, na região metropolitana de Belo Horizonte. De acordo com a Polícia Militar, o suspeito do crime, um homem de 30 anos, contou para uma familiar o que tinha feito. 

De acordo com o boletim de ocorrência, a vítima foi encontrada em uma vala na rua Carlos Drumond de Andrade, no bairro Fernão Dias. O local é conhecido como “desova” de vítimas de assassinato. O suspeito do crime não foi encontrado.

A polícia foi acionada depois que o suspeito chegou em casa e falou para uma testemunha que tinha matado uma mulher com 60 marteladas depois de manter relações sexuais forçadas com ela. Ele ainda jogou uma bolsa da vítima dentro de uma fossa. Na bolsa estavam os documentos e pertences pessoais de Junia Felipe de Cruz. Testemunhas contaram que a vítima e o suspeito teriam se desentendido em um bar. O motivo para a briga não foi informado. 

A mulher saiu a pé do estabelecimento e foi seguida pelo suspeito. A vítima foi encontrada na vala já sem vida e a perícia da Polícia Civil, segundo o boletim de ocorrência, constatou que ela foi arrastada para a vala. O corpo foi removido ao Instituto Médico-Legal (IML) da capital.

O suspeito fugiu no carro da mãe dele em alta velocidade e não foi mais encontrado. Um advogado de 27 anos que ajudou na fuga do suspeito foi preso. A ocorrência foi repassada à Polícia Civil para investigações.

Fonte: Sucesso FM

Clique aqui e faça parte de nosso grupo de whatsapp

Clique aqui e siga-nos no instagram

Clique aqui e siga-nos no facebook

Clique aqui e siga-nos no Twitter

Clique aqui e faça parte de nosso grupo

PUBLICIDADE

Publicidade

COLUNISTA FOTOGRAFICO

COLUNISTA VARIEDADE

Publicidade

contato@diviweb.com.br / 37 - 3213-0334

error: O conteúdo está protegido !!