Connect with us

destaque

INSS: Saiba o que fazer com o seu benefício negado

Publicado

on

Noticias Concursos

Muitos brasileiros já passaram pela negativa de um benefício pelo INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) e nem sempre sabem o que deve ser feito para obtê-lo.  

Estima-se que que a cada dez negativas, três brasileiros aceitam a decisão da negativa. No entanto, na maioria dos casos, a pessoa ingressa com recurso administrativo, e, posteriormente, com uma ação judicial. 

Confira abaixo o que fazer quando tiver o benefício negado

Existem três alternativas para a pessoa com o benefício negado: aceitar a negativa, entrar com recurso administrativo ou ingressar com ação judicial.  

Normalmente, os solicitantes entram com um recurso administrativo, que pode ser feito pelo próprio beneficiário e tem o prazo de 30 dias.  

No entanto, aquele que recorre por meio de ação judicial tem a maior possibilidade de reverter a decisão. Ainda, em caso de doença, o beneficiário tem a vantagem de ser avaliado por um perito especialista, e também de receber todo o valor retroativo. 

Vale salientar que as opões citadas servem para qualquer benefício. Portanto, em todos os casos é possível recorrer caso a decisão seja negativa. O segurado que teve seu benefício negado deve comprovar de forma detalhada o motivo pelo qual o INSS deve aceitar o seu pedido.  

O Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) adiou mais uma vez a reabertura das agências no país. O atendimento presencial em suas agências foi adiado para 14 de setembro. A reabertura estava prevista para o último dia 24. 

O atendimento por meio de canais remotos também foi estendido até o dia 11 de setembro. Os canais continuarão sendo utilizados após a reabertura das agências e serão adotadas medidas para simplificação dos procedimentos e a ampliação do prazo para cumprir exigências. 

A pessoa que tiver necessidade de acessar os serviços do INSS pode recorrer aos canais remotos, o aplicativo Meu INSS e a Central 135

De acordo com o INSS, inicialmente o tempo de funcionamento das agências da Previdência será parcial, com seis horas contínuas, e o atendimento aos segurados e beneficiários será mediante agendamento prévio pelos canais remotos do instituto.  

Assim que o atendimento presencial for retomado, terá prioridade os serviços de perícia médica, avaliação social, cumprimento de exigência, justificação administrativa e reabilitação profissional. Também serão retomados a justificação judicial e o atendimento relacionado ao monitoramento operacional de benefícios.  

As agências que não reunirem as condições necessárias para atender as pessoas com segurança seguirão operando em regime de plantão reduzido. 

Noticias 24 horas por dia siga nossa rede social a baixo : 

Clique aqui e faça parte de nosso grupo de whatsapp

Clique aqui e siga-nos no instagram

Clique aqui e siga-nos no facebook

Clique aqui e siga-nos no Twitter

Clique aqui e faça parte de nosso grupo de Telegram

Publicidade

PUBLICIDADE

Publicidade

Próximos Eventos

Nenhum evento encontrado!

COLUNISTA VARIEDADES

COLUNISTA FOTOGRAFICO

COLUNISTA VARIEDADE

Publicidade

MAIS VISTOS

error: O conteúdo está protegido !!