Connect with us

destaque

Crianças abandonadas em apartamento são filhas de mulher presa por morte de menino

Publicado

on

Meninos foram resgatados nesta quarta-feira depois que ficaram cerca de três dias sem alimentação. Irmão deles, de 4 anos, morreu no início do mês, por maus-tratos.

Os dois meninos de 9 e 6 anos encontrados trancados e abandonados em um apartamento no bairro Lagoinha, na Região Noroeste de Belo Horizonte, nessa terça-feira (21), são filhos de uma mulher que já está presa suspeita de maus-tratos a outro filho, que morreu no início deste mês.

As informações constam no boletim de ocorrência da Polícia Militar. 

Os militares foram acionados depois que outras pessoas perceberam que as crianças estavam no apartamento em BH há três dias sem alimentação e bebida. Através de um buraco, moradores conseguiram fazer contato com os meninos. 

Ainda conforme a polícia, os irmãos contaram que estavam no imóvel com uma avó de criação, de 53 anos, que saiu para ir a uma consulta médica e não voltou mais. Ela teria orientado que eles mentissem o nome. De acordo com as crianças, a filha dessa mulher também passou uma noite com eles e foi embora. 

O apartamento em que os meninos foram encontrados estava sujo.

As crianças foram encaminhadas ao Hospital Odilon Behrens, onde foram medicadas e internadas. As duas mulheres que estiveram com eles no apartamento não foram localizadas.

Morte de criança 

No dia 6 de fevereiro, um menino de 4 anos, irmão das crianças abandonadas, morreu em São Joaquim de Bicas, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. 

Segundo o boletim de ocorrência, a criança chegou à UPA do município no colo da mãe, já sem vida, com uma mancha de sangue em volta dos olhos, inchaço no pé esquerdo, escoriações na costela, queimaduras nos tornozelos e sinais de desnutrição.

A equipe médica da UPA tentou uma manobra de reanimação cardiorrespiratória, mas o menino não resistiu. A mãe foi presa e segue no sistema prisional. 

Por meio de nota, no fim da manhã desta quarta, a Polícia Civil informou que, em relação ao caso das crianças abandonadas, o caso é apurado pela Delegacia Especializada de Proteção à Criança e ao Adolescente e que novas informações serão divulgadas em momento oportuno. 

Fonte: TV Minas

Clique aqui e faça parte de nosso grupo de whatsapp

Clique aqui e siga-nos no instagram

Clique aqui e siga-nos no facebook

Clique aqui e siga-nos no Twitter

Clique aqui e faça parte de nosso grupo

PUBLICIDADE

Publicidade

COLUNISTA FOTOGRAFICO

COLUNISTA VARIEDADE

Publicidade

contato@diviweb.com.br / 37 - 3213-0334

error: O conteúdo está protegido !!