Connect with us

destaque

Vigilância Ambiental esclarece dúvidas sobre surgimento de lagartas

Publicado

on

A Prefeitura de Divinópolis, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (Semusa) – Vigilância em Saúde Ambiental, faz esclarecimentos à população quanto ao surgimento de lagartas brancas em castanheiras no município.
 
Não há relatos sobre irritações cutâneas ocasionados pelo contato da lagarta com a pele, como sapecado, queimadura ou ínguas. O registro é somente em relação ao incômodo causado devido à sua presença, como lagartas em muros, dentro de residências, frente a grande quantidade deste inseto que infestam por vez.
  
Ainda não se tem conhecimento do ciclo correto – tempo, entre nascimento e metamorfose completa como mariposa ou borboleta. Acredita-se ainda que seu possíveis predadores sejam aves, lagartos de muro e calangos. Diante de tais fatos e do pouco conhecimento ainda sobre tais lagartas, a Vigilância Ambiental orienta os seguintes cuidados:
 
– Não usar inseticidas no combate às lagartas, já que são inofensivas e que o uso do produto pode causar irritação ocular e dérmica, além de possível problema respiratório devido provável toxicidade;
 
– Evitar o corte/poda indiscriminado da árvore, uma vez que a infestação da castanheira é rápida e breve;
 
– Entrar em contato com a Vigilância em Saúde Ambiental, através do telefone (37) 3229-6823, para orientações locais.

Clique aqui e faça parte de nosso grupo de whatsapp

Clique aqui e siga-nos no instagram

Clique aqui e siga-nos no facebook

Clique aqui e siga-nos no Twitter

Clique aqui e faça parte de nosso grupo de Telegram

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é WPP-1024x338.jpg

PUBLICIDADE

Publicidade

COLUNISTA FOTOGRAFICO

COLUNISTA VARIEDADE

Publicidade
error: O conteúdo está protegido !!