Connect with us

destaque

Veja quem é obrigado a fazer a prova de vida do INSS este ano

Publicado

on

Depois de meses de suspensão, o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) retomou a obrigatoriedade da realização da prova de vida. Então a partir de agora, quem deixar de fazer o processo corre o sério risco de perder o benefício assistencial.

No entanto, mesmo depois de tanto tempo, tem gente que ainda não sabe se está ou não no grupo dessa obrigatoriedade. Afinal, quem precisa correr para fazer essa prova agora? Quem está prestes a perder o benefício se não fizer isso?

De acordo com o próprio INSS, todas as pessoas que são aposentadas, pensionistas ou beneficiárias de programas assistenciais do Instituto precisam fazer a prova de vida. No entanto, desta vez, apenas os brasileiros que não fizeram o processo desde março de 2020 é que precisam fazer agora.

Então se um aposentado fez a prova de vida pela última vez antes de março de 2020, ele precisa correr para fazer o procedimento ainda neste ano. Para isto, ele tem que seguir uma espécie de calendário para saber qual é o novo prazo final para ir até o banco.

Foto: Reprodução

Como visto nessa tabela, o cidadão só precisa saber quando era o seu último prazo para fazer a prova de vida. A partir daí ele vai saber quando será o novo prazo final. No entanto, vale lembrar que ele pode se adiantar e ir bem antes do seu mês. Quem tinha vencimento pra maio de 2020, por exemplo, não precisa esperar até julho deste ano para fazer a prova. Pode ir agora, por exemplo.

Quem não precisa fazer?

De acordo com o INSS cerca de 2/3 dos aposentados e pensionistas não precisam mais se preocupar com prova de vida este ano. Isso porque, elas fizeram esse procedimento entre março de 2020 e agora. Isso quer dizer portanto que quem fez o procedimento durante o último ano, não precisa repetir a dose.

Isso aconteceu porque o INSS retirou a obrigatoriedade de se fazer a prova de vida. No entanto, durante todo o ano passado e o início de 2021, quem quisesse fazer, poderia. Então não era portanto um ato proibido. Foi justamente por isso que muitos usuários decidiram realizar o procedimento.

Quem realizou, não precisa seguir esse calendário. Basta ficar em casa e não se preocupar com isso. O mesmo vale, aliás, para as pessoas que fizeram a prova de maneira digital. Nesses casos, o processo vale como se fosse presencial do mesmo jeito. Tem portanto o mesmo valor.

O que acontece com quem não faz a prova de vida?

Agentes do INSS dizem sempre que é muito importante fazer a prova de vida para não perder o benefício previdenciário. É que essa é uma forma de provar para o Instituto que o cidadão está vivo e precisa seguir recebendo o dinheiro.

Quem perde o prazo da realização da prova de vida, vai perceber de imediato uma suspensão do benefício. O dinheiro fica nesta situação durante um período de seis meses. Logo depois desse prazo, o INSS cancela automaticamente o programa.

É justamente por isso que é tão importante realizar esse procedimento o quanto antes. Vale lembrar que é possível fazer esse processo no banco em que o usuário recebe a aposentadoria. É importante lembrar que ao sair de casa é preciso usar máscaras e álcool em gel. Afinal, o objetivo da prova de vida é provar que está vivo, e não colocar em risco a vida das pessoas.

Fonte: Notícias Concursos

Clique aqui e faça parte de nosso grupo de whatsapp

Clique aqui e siga-nos no instagram

Clique aqui e siga-nos no facebook

Clique aqui e siga-nos no Twitter

Clique aqui e faça parte de nosso grupo de Telegram

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é WPP-1024x338.jpg

PUBLICIDADE

Publicidade

COLUNISTA FOTOGRAFICO

COLUNISTA VARIEDADE

Publicidade
error: O conteúdo está protegido !!