Connect with us

destaque

SAIU o mais novo calendário de prazos do INSS 2021; veja as datas

Publicado

on

O Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) confirmou que a prova de vida para aposentados e pensionistas voltará a ser obrigatória no país. De acordo com as informações oficiais, essa retomada da obrigatoriedade vai ser gradual para evitar filas nas agências.

Isso quer dizer portanto que nem todo mundo vai precisar ir correndo para fazer a prova de vida a partir deste mês de junho. Significa apenas que essas pessoas precisam prestar atenção nos prazos de cada um. Para cada mês de vencimento da prova de vida, há um mês diferente de prazo final.

Vamos para um exemplo. Um aposentado que tem o vencimento da comprovação de vida em março de 2020, vai poder fazer esse processo até o próximo mês de junho. No entanto, se um aposentado tem o mês de vencimento em novembro de 2020, ele vai poder fazer a prova até o próximo mês de outubro de 2021.

Veja abaixo:

Arte/Agência Brasil

Vale lembrar que a obrigação de se fazer essa prova está suspensa desde o último mês de março de 2020. Quem tinha que fazer a comprovação até fevereiro do ano passado, por exemplo, não entra nessas novas regras. De acordo com o INSS, cerca de 160 mil deles deverão perder o benefício agora em maio.

A boa notícia para esses 160 mil é que eles ainda possuem tempo para ir até uma agência e regularizar a situação. Dá para fazer a prova de vida em qualquer agência bancária. É importante, no entanto, prestar atenção e ter cuidado porque o país ainda está no meio de uma pandemia.

Prova digital

As pessoas que fizeram a prova de vida de maneira digital podem ficar tranquilas. De acordo com o próprio INSS, essa modalidade vale tanto quanto as outras. Assim, se o aposentado fez essa comprovação conta com válida. Do mesmo modo, quem não fez esse procedimento, seja digital ou não, precisa se atentar.

Vale lembrar ainda que apesar da suspensão da obrigatoriedade, a prova de vida não está proibida. Então quem quis ir ao banco para fazer, poderia tentar isso. Assim como pode seguir fazendo isso agora. É uma maneira de tentar se livrar dessa obrigação o quanto antes.

Agentes do INSS dizem que o melhor que essas pessoas podem fazer é tentar regularizar a situação o mais rápido possível. É que isso pode fazer toda a diferença na confirmação do benefício. De acordo com os próprios analistas, uma prova de vida não costuma demorar muito mais do que alguns minutos.

Críticas ao INSS

No entanto, desde que o INSS anunciou essa volta da obrigação da prova de vida, muita gente decidiu criticar a atitude. Nas redes sociais, muita gente lembrou que o país ainda está passando por uma pandemia. E os idosos estão justamente no principal grupo de risco da Covid-19.

“É um absurdo. Eles suspenderam a obrigação quando a pandemia estava com números mais baixos. Agora, eles voltam com a obrigatoriedade quando a pandemia está no pior momento. Minha mãe é idosa e tem vários problemas de saúde. Não posso levá-la ao banco”, publicou uma internauta no Twitter.

De acordo com os dados de secretarias de saúde, o país registra mais de 430 mil mortes por causa do coronavírus. O Brasil é portanto uma das nações que mais sofrem com a doença até aqui. Especialistas avaliam que a situação pode ficar ainda pior.

Notícias Concursos

Clique aqui e faça parte de nosso grupo de whatsapp

Clique aqui e siga-nos no instagram

Clique aqui e siga-nos no facebook

Clique aqui e siga-nos no Twitter

Clique aqui e faça parte de nosso grupo de Telegram

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é WPP-1024x338.jpg
Publicidade

PUBLICIDADE

Publicidade

COLUNISTA FOTOGRAFICO

COLUNISTA VARIEDADE

Publicidade
error: O conteúdo está protegido !!