Connect with us

Brasil

Saiba como fazer a consulta auxílio emergencial 2021; confira as opções

Publicado

on

A cada nova rodada de pagamentos do auxílio emergencial, o Governo Federal, junto ao Ministério da Cidadania e Dataprev farão avaliações nos dados dos participantes. Isso ocorre para que o auxílio não seja repassado de forma indevida a quem não tem direito. Tendo isso em vista, saiba como fazer a consulta auxílio emergencial 2021 para verificar a disponibilidade do benefício.

A verificação pode ser feita em casa sem que o beneficiário se dirija a nenhuma agência da Caixa Econômica Federal (CEF), pois todas as informações sobre o benefício estão disponíveis de forma digital; veja como fazer o procedimento

Como fazer a consulta auxílio emergencial 2021

Ter sido aprovado no auxílio emergencial 2021 não garante, necessariamente, ao recebimento de todas as parcelas do benefício. Isso porque o cadastro dos inscritos serão avaliados durante todos os meses de pagamento.

Desse modo, os beneficiários que receberam as três primeiras parcelas podem verificar se receberão também a quarta parcela, isto que o pagamento dessa vai acontecer em julho.

Para tanto, o interessado tem algumas opções para fazer a consulta do auxílio emergencial 2021:

  • 1 – Por meio do site do Dataprev;
  • 2 – Pelo telefone 111;
  • 3 – Por meio do site da Caixa Econômica Federal (CEF).

Na primeira opção, basta acessar o site da Dataprev e informar os dados que o sistema pede, entre eles o número do CPF, o nome completo e a data de nascimento.

Caso a primeira tentativa não seja favorável, o interessado deve fornecer outra combinação possível do seu nome.

As opções 2 e 3 são serviços disponibilizados pela CEF, banco responsável pelo repasse das parcelas. Dessa forma, o interessado pode ligar para o número citado e solicitar a informação, como pode acessar o site e preencher os dados para obter as informações.

Vale salientar que a Dataprev fornece diversas informações acerca da situação do benefício. No sistema, é possível conferir os critérios atendidos e não atendidos, qual dos membros da família é elegível ao auxílio, qual o valor da parcela, a possibilidade de solicitar contestação e outras opções.

Portanto, o usuário deve fornecer suas informações somente por meio desses serviços para evitar golpes e demais prejuízos. É interessante verificar a situação do benefício a cada novo pagamento, pois o governo abre prazos para contestar o resultado negativo.

Clique aqui e faça parte de nosso grupo de whatsapp

Clique aqui e siga-nos no instagram

Clique aqui e siga-nos no facebook

Clique aqui e siga-nos no Twitter

Clique aqui e faça parte de nosso grupo de Telegram

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é WPP-1024x338.jpg
Publicidade

PUBLICIDADE

Publicidade

COLUNISTA FOTOGRAFICO

COLUNISTA VARIEDADE

Publicidade
error: O conteúdo está protegido !!