Connect with us

destaque

Redes sociais influenciando na vida profissional

Publicado

on

As Redes Sociais proporcionaram grande avanço na comunicação mundial.

Hoje em dia podemos nos expressar com apenas um clique através de um celular e mobilizar uma série de comentários e atitudes. Isso tudo de maneira muito rápida e eficiente.

Temos nosso direito a liberdade de expressão garantido por lei. Temos direito a livre manifestação de pensamento independente de censura ou licença.

Isto é o que traz o artigo 5° da nossa Constituição Federal.

Porém, cabe sempre o bom senso e raciocínio lógico na hora de expressar alguma opinião ou fato que envolva o nome de outra pessoa, instituição ou empresa em domínio público.

Existem consequências que certamente poderão trazer desde uma chuva de reconhecimento por uma bela expressão ou postagem até prejuízos enormes decorrentes de uma colocação que possa de algum modo prejudicar outrem em um ambiente virtual.

Notícias de pessoas que foram demitidas depois de postagens em redes sociais são cada vez mais comuns.

Mas como saber se estou cometendo algum erro ou produzindo conteúdos que são passíveis de punições legais ou até mesmo de demissão por justa causa?

Precisamos entender exatamente até onde vai minha liberdade de expressão garantida por lei e quando é que podemos passar do limite ao mencionar nosso trabalho ou colegas, superiores em postagens no Facebook, Instagram, WhatsApp, Twitter e outras redes.

Liberdade e Bom Senso

Quando usamos redes sociais para expor uma opinião, acontecimento ou comentar algo, devemos colocar sempre a frente o bom senso e usar da inteligência emocional.

Se estes comportamentos preservam a boa convivência entre pessoas conhecidas, o mesmo preceito deve ser adotado principalmente no que se refere ao local em que trabalhamos.

Ao ser contratado, estabelecemos de imediato uma relação de confiança entre o contratante e contratado.

Tal relação traz consigo os preceitos básicos de ética, moral e os princípios que a empresa traz enquanto missão.

A partir do momento que um posicionamento público em ambiente virtual contraria algum destes princípios, a empresa pode perfeitamente entrar com condutas de advertência, suspensão e até demissão de seu colaborador.

Devemos sempre lembrar que assim como pessoas “comuns” têm acesso às redes sociais, assim também acontece com concorrentes e com a própria empresa que trabalhamos.

Qualquer publicação de descontentamento ou que possa denegrir a imagem de uma pessoa ou instituição pode acabar por se tornar um grande problema para o frequentador assíduo de debates e postagens em redes sociais.

Determinadas postagens terão como resultado mais do que advertências. Estas implicarão em demissão que pode chegar até a categoria de justa causa.

É adotada a demissão visto que somente a advertência ou suspensão pode passar a falsa impressão de que a empresa de alguma maneira concorda ou é condizente com o que foi publicado.

Sendo assim, ao emitir qualquer opinião ou acontecimento que possa comprometer a imagem da empresa ou prestador de serviço ao qual você está vinculado você está sujeito à punições previstas no código civil ou até penal.

Em dada notícia há um tempo atrás, um funcionário de famosa empresa de logística e entrega de encomendas publicou em suas redes sociais um vídeo onde ele e colegas estavam sentados em cima das caixas de encomendas e em determinado momento, em uma suposta brincadeira, iniciou-se uma guerra de pequenas caixas. Um jogava no outro as caixas prontas para entregas.

Este funcionário foi demitido por justa causa. A empresa alegou que ao publicar o desleixo e total falta de cuidado no manejo das encomendas, a credibilidade da mesma foi prejudicada podendo assim acarretar prejuízo porque afinal de contas as pessoas não confiariam mais nesta empresa para entregar suas encomendas, pois corriam o risco de receber um produto danificado.

Ou seja: a liberdade de expressão ultrapassou o limite do bom senso. Uma postagem arranhou a imagem da empresa publicamente.

O vínculo de boa fé e confiança foi quebrado publicamente.

O Sigilo Profissional

Outro ponto muito importante a se levar em consideração é o sigilo profissional.

Quando trabalhamos com dados e informações de uma empresa assumimos a responsabilidade por manter tudo isso em sigilo.

Sob nenhuma hipótese o que acontece dentro de uma organização deve ser tema em conversas e publicações de redes sociais.

Estratégias, informações comerciais, financeiras, operacionais pertencem à organização e não devem ser divulgadas de maneira alguma.

Isto comprometeria tanto a empresa quanto a pessoa que acaba por vazar tais informações.

Afinal de contas, ninguém contrata pessoas que não mantém uma conduta ética e sigilosa imprescindíveis à empresas de prestígio.

Da mesma maneira que o contratante pode ter sua imagem danificada, a pessoa que faz uso inadequado de redes sociais também corre o mesmo risco.

Como Proceder

Jamais faça uso de rede social para reclamar de seu emprego.

Desde uniforme muito quente até a opinião sobre gestão de seus superiores devem ser feitas somente com pessoas de dentro da organização e diretamente.

Isto evita mal entendidos e o clima de desconfiança no ambiente de trabalho que podem culminar em demissão.

Se acha necessário se lamentar ou reclamar do trabalho, tenha em mente que existe hora e local adequado para isso. Mesmo sendo feitos em outro ambiente, certos comentários podem acabar por repercutir dentro da empresa.

Além disso usar celular, rede social em horário de trabalho é motivo para punições em qualquer empresa. Pense nisso.

Redes sociais são ferramentas espetaculares que podem ajudar muito devido à velocidade e quantidade de informações disponíveis para acesso rápido que alcançam pessoas no mundo todo. Exatamente por este motivo é que devemos ponderar muito seu uso, pois liberdade de expressão é maravilhoso, mas pode nos dar a falsa sensação de ter sempre razão.

Existe uma linha tênue entre liberdade de expressão e ofensa. Por isso, o bom senso é  sempre indispensável.

Entre no nosso grupo de whatsapp

Clique aqui e siga-nos no instagram

Clique aqui e siga-nos no facebook

Clique aqui e siga-nos no Twitter

Clique aqui e faça parte de nosso grupo de Telegram 

Publicidade

PUBLICIDADE

Publicidade

COLUNISTA FOTOGRAFICO

COLUNISTA VARIEDADE

Publicidade
error: O conteúdo está protegido !!