Connect with us

destaque

“Quem quiser mais Auxílio, é só ir tirar um empréstimo”, diz Bolsonaro

Publicado

on

O Presidente Jair Bolsonaro voltou a falar nesta terça-feira (1) sobre uma possível prorrogação do Auxílio Emergencial. De acordo com ele, o país não pode mais gastar muito com esse projeto e disse ainda que as pessoas que querem prorrogar o programa, precisam ir “tirar um empréstimo”.

“Nós gastamos em 2020 com auxílio emergencial o equivalente a 10 anos de Bolsa Família. E tem gente criticando, falando que quer mais. Como é endividamento por parte do governo, quem quer mais é só ir no banco e fazer empréstimo”, disse o Presidente.

“Sabemos da situação difícil que se encontra a população, que perderam empregos que não foi por culpa do presidente, porque eu não mandei ninguém ficar em casa, ou melhor, não obriguei, não fechei comércio, em consequência não destruí emprego”, completou ele.

Nesta mesma entrevista, ele disse que no que depender dele e dos seus Ministros, a Copa América está confirmada no Brasil. “No que depender de mim, de todos os ministros, inclusive o da Saúde, já está acertado, haverá (A Copa América). O protocolo é o mesmo da Libertadores, é o mesmo da Sul-Americana e também da Libertadores”, disse Bolsonaro a apoiadores nesta terça”, disse ele.

Nas redes sociais, várias pessoas criticaram a realização do evento e solo nacional. É que neste momento sabe-se que o Governo está gastando menos com o Auxílio Emergencial. O programa não é suficiente para comprar uma cesta básica nas principais cidades do Brasil. No entanto, o Presidente Bolsonaro não deu respostas para essas críticas.

Auxílio Emergencial

De acordo com informações do Ministério da Cidadania, que é o responsável pelo Auxílio Emergencial, o programa deste ano está pagando valores que variam entre R$ 150 e R$ 375. Até este momento, o que se sabe é que o projeto tem quatro parcelas, ou seja, os repasses devem chegar até o fim no próximo mês de julho.

Segundo informações do jornal O Estado de São Paulo, a Medida Provisória (MP) que permite a prorrogação do Auxílio está pronta no Palácio do Planalto. Ainda de acordo com os jornais, os membros do Governo estariam apenas acertando os últimos detalhes antes da divulgação.

No entanto, essa fala do Presidente Jair Bolsonaro volta a colocar uma dúvida sobre a possível prorrogação do benefício. É que ele voltou a afirmar de maneira dura que as pessoas não deveriam fazer esse tipo de crítica. Isso pode significar portanto que ele não vai permitir uma prorrogação. No entanto, não se sabe o que pode acontecer de fato.

Paulo Guedes

Em entrevistas recentes, o Ministro Paulo Guedes disse que o Governo está avaliando a possibilidade de prorrogação do benefício emergencial. No entanto, ele disse que tudo vai depender do comportamento da pandemia do novo coronavírus nas próximas semanas.

A lógica é a seguinte: se o Governo conseguir aumentar muito o ritmo da vacinação em massa contra a Covid-19, então o Ministério não vai prorrogar o benefício. Por outro lado, se os números da pandemia seguirem neste patamar preocupante, então é natural que eles decidam prorrogar.

O que faltaria portanto é saber o tamanho desta prorrogação. Parte do Palácio do Planalto quer que o benefício siga por um, ou no máximo dois meses. No entanto, parte do Congresso Nacional que que os pagamentos do programa sigam até, pelo menos, o próximo mês de novembro.

FONTE: NOTÍCIAS CONCURSOS

Clique aqui e faça parte de nosso grupo de whatsapp

Clique aqui e siga-nos no instagram

Clique aqui e siga-nos no facebook

Clique aqui e siga-nos no Twitter

Clique aqui e faça parte de nosso grupo de Telegram

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é WPP-1024x338.jpg

PUBLICIDADE

Publicidade

COLUNISTA FOTOGRAFICO

COLUNISTA VARIEDADE

Publicidade
error: O conteúdo está protegido !!