Connect with us

Brasil

Qualifica Mais Progredir: Inclusão produtiva no mercado de trabalho para beneficiários do Auxílio Brasil

Publicado

on

Uma nova etapa do Programa Qualifica Mais Progredir foi lançada pelos ministérios da Cidadania e da Educação.

O objetivo é aumentar a inclusão produtiva no mercado de trabalho de beneficiários do Auxílio Brasil, o novo programa social que virá em substituição ao Bolsa Família ainda este ano.

Assim, serão ofertados cursos de qualificação gratuitos para formar microempreendedores individuais. A meta é alcançar mais de 65 mil pessoas, com um investimento do Governo Federal superior a R$ 37 milhões.

Qualifica Mais Progredir

O programa vai ofertar cursos para os jovens acima de 18 anos que tenham concluído o ensino fundamental e que residam em uma das cem cidades prioritárias indicadas pelo Ministério da Cidadania.

A saber, tais localidades foram escolhidas a partir do alinhamento entre o perfil do beneficiário do Auxílio Brasil e o perfil produzido pelo Datasebrae sobre os microempreendedores individuais do País.

“O Qualifica Mais Progredir prioriza a transformação social, assim como o Auxílio Brasil. Dessa forma, o Governo Federal conecta duas etapas do processo: oferece educação financeira para estudantes da rede pública de ensino e abre oportunidades de qualificação profissional para a entrada no mercado de trabalho”, destacou João Roma, ministro da Cidadania.

O ministro da Educação, Milton Ribeiro, defendeu o programa de qualificação profissional como um dos caminhos para impulsionar a economia. “O MEC não tem medido esforços para potencializar as oportunidades para muitos jovens e toda a população por meio da consolidação e ampliação da oferta de cursos que possam qualificar e trazer geração de empregos”.

Ainda mais, durante a qualificação profissional, os estudantes terão orientações para a sua formalização como microempreendedores e poderão iniciar o próprio negócio ou fortalecer um negócio já existente.

O Qualifica Mais Progredir atende aos objetivos do Plano Progredir, que busca a inclusão no mercado de trabalho e ampliação de renda do público assistido pela rede de proteção social.

Auxílio Brasil

O novo programa social que vem sendo trabalhado pelo governo federal contempla 3 benefícios básicos, a saber:

  • Benefício Primeira Infância: Contempla famílias com crianças entre zero e 36 meses incompletos;
  • Benefício Composição Familiar: Diferente do Bolsa Família, que limita o benefício aos jovens de até 17 anos, será direcionado também a jovens de 18 a 21 anos incompletos;
  • Benefício de Superação da Extrema Pobreza: Se depois de receber os benefícios anteriores, a renda mensal per capita da família não superar a linha da extrema pobreza, ela terá direito a um apoio financeiro sem limitações relacionadas ao número de integrantes do núcleo familiar.

Existem ainda outros benefícios acessórios, que podem ser complementados desde que os requisitos sejam atendidos, são eles: Auxílio Esporte Escolar, Bolsa de Iniciação Científica, Auxílio Inclusão Produtiva Rural, Auxílio Inclusão Produtiva Urbana, Auxílio Criança Cidadã, Benefício Compensatório de Transição.

Fonte ;Noticiaseconcursos

Clique aqui e faça parte de nosso grupo de whatsapp

Clique aqui e siga-nos no instagram

Clique aqui e siga-nos no facebook

Clique aqui e siga-nos no Twitter

Clique aqui e faça parte de nosso grupo de Telegram

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é WPP-1024x338.jpg
Publicidade

PUBLICIDADE

Publicidade

COLUNISTA FOTOGRAFICO

COLUNISTA VARIEDADE

Publicidade