Connect with us

destaque

Presidente do PDT pede Auxílio Emergencial maior e critica Bolsonaro: “corrupto”

Publicado

on

O Presidente do PDT, Carlos Lupi, usou as suas redes sociais nesta terça-feira (11) para pedir um aumento no valor do Auxílio Emergencial. Além disso, ele fez críticas ao Presidente Jair Bolsonaro e o chamou de “corrupto” no Twitter.

“Pro povo, auxílio de 150 reais. Pro Presidente, picanha de 1.799 reais o quilo. Três bilhões de Bolsolão. Bolsonaro corrupto”, postou ele. Rapidamente a postagem ganhou milhares de curtidas e comentários contrários e favoráveis ao Presidente Jair Bolsonaro.

Lupi centrou suas críticas se baseando em uma matéria do jornal O Estado de São Paulo que mostra um suposto esquema de orçamento particular de Bolsonaro. Nesse esquema, o Presidente teria distribuído algo em torno de R$ 3 bilhões em emendas parlamentares no exato momento em que dizia não ter mais dinheiro para aumentar o Auxílio Emergencial.

Outro ponto de crítica de Lupi é ao churrasco com carne de primeira qualidade que Bolsonaro teria comido em uma ocasião recente. De acordo com informações, o valor da carne seria de R$ 1799 o quilo. O Presidente nega as duas acusações em questão.

Lupi não deixou claro qual o caminho que ele acha melhor para aumentar o Auxílio Emergencial. Ele não disse, por exemplo, se o desejo dele é subir esse valor para o patamar de R$ 600, como o próprio Governo Federal fez durante alguns meses de 2020.

Valor do Auxílio

De acordo com informações do próprio Ministério da Cidadania, que é a pasta que responde pelo Auxílio Emergencial, o valor do programa este ano varia entre R$ 150 e R$ 375. Esse valor maior vai para as mães solteiras que cuidam de famílias. Apenas uma minoria dos beneficiários informais recebem esse valor.

Segundo o Ministério, a maioria dos informais recebe mesmo o valor menor, que é o de R$ 150. Este ano, apenas uma pessoa por família pode ser beneficiária do Auxílio. Em 2020, havia portanto um limite de até dois membros por casa recebendo o montante.

O Governo Federal afirma que não tem mais dinheiro para subir esses valores. O Ministro da Economia, Paulo Guedes, diz no entanto que é possível aumentar a quantidade de pessoas que recebem o programa ou ainda prorrogar o benefício atual por mais alguns meses.

Além do PDT

No último mês de abril, aliás, partidos de oposição se reuniram em Brasília para discutir uma unidade no processo de tentar subir os valores do Auxílio Emergencial. Na reunião, o PDT de Lupi estava presente. Além do partido, também estavam lá partidos como PSOL, PT, PCdoB e Rede.

Os dirigentes dos partidos decidiram que iriam unir forças para pedir um Auxílio Emergencial no valor de R$ 600. No entanto, algumas semanas depois dessa reunião, esses partidos conseguiram mudar nada ou quase nada do projeto do Auxílio deste ano.

O Governo Federal, aliás, começou os pagamentos do novo Auxílio Emergencial e, aliás, concluiu os repasses da primeira parcela do benefício. De acordo com o Palácio do Planalto, os pagamentos do segundo ciclo devem começar no próximo dia 16 deste mês.

FONTE: NOTÍCIAS CONCURSOS

Clique aqui e faça parte de nosso grupo de whatsapp

Clique aqui e siga-nos no instagram

Clique aqui e siga-nos no facebook

Clique aqui e siga-nos no Twitter

Clique aqui e faça parte de nosso grupo de Telegram

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é WPP-1024x338.jpg
Publicidade

PUBLICIDADE

Publicidade

COLUNISTA FOTOGRAFICO

COLUNISTA VARIEDADE

Publicidade
error: O conteúdo está protegido !!