Connect with us

destaque

Presa ex-funcionária do HSA de Luz suspeita superfaturar recibos de prestação de serviços

Publicado

on

A Polícia Civil de Luz prendeu, na manhã desta quarta-feira (13), a ex-funcionária do Hospital Senhora Aparecida de Luz, suspeita de superfaturamento no pagamento a prestadores de serviços para referida unidade de saúde. Ela, inclusive, já foi levada para Dores do Indaiá, cidade da região que matém um presídio feminino.
A reportagem do Jornal Visão recebeu a informação de uma fonte fidedigna ainda de manhã. Tentamos mais informações junto ao Delegado da Polícia Civil de Luz, Vinícius Machado. Porém, ele foi irredutível e disse que não poderia repassar nenhum tipo de informação, pois o processo corre em sigilo, decretado pela justiça da comarca de Luz.

Relembre o caso
Segundo apurou a reportagem do Jornal Visão, a funcionária suspeita era responsável pelo setor administrativo e financeiro do hospital há aproximadamente de 5 anos.
No dia 07 de março, a direção do hospital em parceria com o setor de contabilidade descobriu dois recibos manuais suspeitos. Um no valor de R$ 2.170,00 e outro no valor de R$ 4.000,00.
Questionada, a ex-funcionaria negou os fatos, mas depois assumiu que realmente tinha ficado com o dinheiro.
A partir de então, o Judiciário, o Ministério Público e a Polícia Civil entraram no caso, o resultou começou com o confisco e apreensão do veículo da ex-servidora. Isso, no último dia 31 de março.
(Jornal Visão).

PUBLICIDADE

Publicidade

COLUNISTA FOTOGRAFICO

COLUNISTA VARIEDADE

Publicidade
error: O conteúdo está protegido !!