Connect with us

destaque

Pente-fino do INSS está cortando maioria dos benefícios de usuários

Publicado

on

O pente-fino do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) segue dando o que falar neste momento. É que a grande maioria dos benefícios que passaram pela reanalise estão sendo cortados. Estima-se, de acordo com os dados oficiais, que algo em torno de 59% dos casos estão acabando em bloqueios.

Segundo o próprio INSS, eles já realizaram pouco mais de 50 mil pessoas para a realização desse pente-fino no país. Isso considerando o período que vai desde o início do processo em questão. Desse montante, eles já cortaram algo em torno de 29,6 mil. Estamos falando portanto de cerca de 59% dos casos.

Para quem não sabe, esse pente-fino está servindo para as pessoas que estão na lista de segurados da Previdência social, e que precisam passar por uma nova perícia médica. Caso eles não façam esse processo, então eles perdem o benefício. De acordo com o INSS, essa seria uma maneira de tentar evitar que fraudes aconteçam.

O próprio Instituto está realizando listas para decidir quem são os indivíduos que precisam passar pelo processo. A ideia é que as pessoas sigam provando que podem manter benefícios como a o auxílio por incapacidade temporária ou mesmo o auxílio doença ou acidentário.

Na segunda-feira (27), o Governo Federal divulgou uma nova lista. Na ocasião, eles colocaram os nomes de mais de 95 mil pessoas. Em tese, esses cidadãos precisam agendar a perícia do pente-fino. Como dito, quem não fizer isso corre o sério risco de ter o benefício suspenso e depois cancelado definitivamente.

Cartas do INSS

De acordo com as informações oficiais, o INSS começou o envio dessas cartas ainda em julho deste ano. Naquele primeiro momento, eles chegaram a enviar as mensagens para algo em torno de 170 mil segurados.

Pelas regras gerais, essas pessoas que estavam nesta lista tinham até 30 dias para agendar o procedimento em questão. Dá para dizer portanto que esse período de tempo já passou. Pelo menos é o que se sabe oficialmente.

Essa é uma informação importante para ser repassada. É que muita vezes usuários do INSS que possuem mais idade não conseguem se informar sobre o assunto. Então às vezes eles acabam perdendo o benefício simplesmente porque não sabiam que precisavam fazer o agendamento.

Críticas

Associação Nacional dos Médicos Peritos da Previdência (ANMP), se posicionou de modo contrário a esta prática. Antes mesmo do início deste processo eles disseram que não seria adequado realizar o pente-fino no meio de uma pandemia.

Vale lembrar que o INSS realizou esse processo há cerca de dois anos. Agora, portanto, eles decidiram repetir a dose. Só que de acordo com os dados oficiais, o número de benefícios cancelados agora ainda é muito menor do que o que se viu no primeiro ano do ato.

“Isso mostra que a ANMP estava certa quando criticou o novo pente-fino, em meio a uma pandemia”, afirmou Eduardo Cardoso, o vice-presidente da ANMP, em entrevista para a imprensa.

Notícias Concursos

Clique aqui e faça parte de nosso grupo de whatsapp

Clique aqui e siga-nos no instagram

Clique aqui e siga-nos no facebook

Clique aqui e siga-nos no Twitter

Clique aqui e faça parte de nosso grupo de Telegram

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é WPP-1024x338.jpg
Publicidade

PUBLICIDADE

Publicidade

COLUNISTA FOTOGRAFICO

COLUNISTA VARIEDADE

Publicidade