Connect with us

Brasil

Obesos têm mais risco de Covid-19 grave e morte pela doença, aponta estudo

Publicado

on

Obesos de qualquer grau, até mesmo leve, têm ao menos 32% mais chances de morrer de Covid-19 do que pessoas não obesas, de acordo com estudo publicado por pesquisadores brasileiros da Rede CoVida no periódico inglês BMJ (British Medical Journal). O estudo avaliou 21 mil internações de pessoas maiores de 20 anos no Brasil até 9 de junho de 2020.

Ao todo, foram analisados registros de 8.848 adultos e 12.945 idosos no Sivep-Gripe (Sistema de Informação de Vigilância de Gripe), do Ministério da Saúde, sendo que todos os pacientes avaliados no estudo testaram positivo para Covid-19.

“Nas análises por grau de obesidade não observamos muita diferença na prevalência de desfechos adversos, exceto para a prevalência de óbito que aumentou com a gravidade da obesidade”, diz o artigo.

Segundo a OMS (Organização Mundial de Saúde), a obesidade é dividida em três níveis, definidos pelo índice de massa corporal (IMC), que pode ser calculado ao dividir a altura pelo peso e multiplicar o resultado por dois.

  • Não-obeso – < 30
  • Obesidade grau 1 – 30 a 34,9
  • Obesidade grau 2 – 35 a 39,9
  • Obesidade grau 3 (ou mórbida) – 40

O estudo indica que, em todos os graus de obesidade, houve mais mortes entre obesos adultos que na população de modo geral. O risco cresce de acordo com o aumento do IMC.

  • Obesidade grau 1 – 32% (mais mortes que não obesos)
  • Obesidade grau 2 – 41%
  • Obesidade grau 3 – 77%

“Embora se saiba que o IMC não faz distinção entre massa gorda e magra e, portanto, pode levar a viés de classificação incorreta, o IMC tem se mostrado um forte preditor de excesso de gordura corporal e tem sido amplamente utilizado em estudos epidemiológicos”, ressalta o artigo.

Estudo pode orientar PNI sobre risco de obesos para Covid-19

Com os resultados, os pesquisadores acreditam que o estudo pode ajudar a orientar o PNI (Programa Nacional de Imunizações) sobre o risco maior entre obesos, de modo a incluir todos os graus de obesidade no grupo prioritário para vacinação contra Covid-19 — e não apenas obesos de grau 3, como ocorre hoje em dia.

“Com estas evidências, é esperado que todas as pessoas com obesidade, independentemente do grau de severidade, idade e existência de outras comorbidades, sejam incluídas no grupo prioritário para vacina contra a covid-19”, afirma Natanael de Jesus Silva, um dos autores do estudo.

Fonte; BRASIL123

Clique aqui e faça parte de nosso grupo de whatsapp

Clique aqui e siga-nos no instagram

Clique aqui e siga-nos no facebook

Clique aqui e siga-nos no Twitter

Clique aqui e faça parte de nosso grupo de Telegram

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é WPP-1024x338.jpg
O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é WPP-1024x338.jpg
Publicidade

PUBLICIDADE

Publicidade

COLUNISTA FOTOGRAFICO

COLUNISTA VARIEDADE

Publicidade