Connect with us

destaque

Novos golpes via PIX são aplicados por meio de mensagens SMS

Publicado

on

Criminosos estão praticando um suposto novo golpe usando o PIX. Dessa maneira, eles mandam mensagens de texto nas quais oferecem supostos descontos nas faturas de celular e cartão de crédito e pedem que a vítima faça uma transferência instantânea e assim acabam roubando dinheiro.

Os criminosos se aproveitam da facilidade e rapidez das transferências por meio do PIX, segundo especialistas. Sendo assim, os textos enviados via SMS prometem redução instantânea no valor das contas das vítimas, caso o pagamento seja feito pelo PIX. Assim, muitas pessoas acabam caindo no golpe.

A empresa de cibersegurança Kaspersky explica com mais detalhes como o golpe é aplicado. De acordo com a empresa, o primeiro golpe identificado por eles oferece R$ 35,90 de abatimento na fatura e informa a chave PIX para realizar a transferência. Por isso, a empresa recomenda que os usuários tenham atenção com a procedência das mensagens.

Em outro golpe mais recente, a mensagem informa sobre uma união entre as bandeiras de cartões para descontos de até 40%. Já neste caso a vítima é direcionada a um site falso com o nome de “soumaispix.com” para gerar a conta com o valor reduzido. E após isso, os dados da vítima e do cartão de crédito são pedidos.

Como os golpes são aplicados

O analista sênior da Kaspersky no Brasil, Fabio Assolini, explica como os criminosos conseguem enganar as vítimas. Segundo o analista, os criminosos usam números curtos, os chamados “short-codes”, para o envio das mensagens falsas. Dessa maneira, isso confunde os usuários, porque este tipo de número é utilizado geralmente por operadoras e grandes empresas.

Segundo a empresa, desde a estréia do PIX em novembro de 2020, já existem criminosos tentando aplicar golpes utilizando o sistema. Nesse sentido, a plataforma de segurança cibernética já bloqueou mais de 22 milhões de tentativas de ataques no Brasil. Entre elas, 81% usam nomes de instituições financeiras, como bancos, empresas de cartão de crédito e corretoras.

Além disso, somente em 2021 foram 18 milhões de tentativas de golpe. Sendo assim, considerando o período entre maio e agosto deste ano, foram identificados e bloqueados pela empresa mais de 2.400 endereços de sites com o termo PIX no nome. Portanto, os usuários devem estar muito atentos para não caírem nos golpes.

Dicas de como se proteger de golpes via PIX

Aqui vão algumas dicas importantes para ajudar os usuários a se proteger e identificar tentativas de golpes envolvendo o PIX:

  • Sempre acesse os canais oficiais das empresas para confirmar se a promoção ou oferta existe. Na dúvida, entre em contato com o atendimento ao cliente;
  • Antes de clicar em um link, verifique o endereço para onde será redirecionado e o remetente para garantir que são genuínos das empresas;
  • Tenha atenção ao remetente e saiba das tentativas de golpe. Como neste caso os cibercriminosos usam o short-code legítimo, é necessário conhecer o golpe para desconfiar;
  • Se não tiver certeza de que a página é real e segura, não coloque informações pessoais ou realize pagamentos.

Por fim, o mais importante é não deixar de ter atenção ao realizar os pagamentos e transferências via PIX. Apesar da instantaneidade do sistema facilitar bastante a vida dos usuários, ela permite muitas vezes que ações sejam tomadas sem necessidade de grande atenção, por isso é importante estar atento.

Notícias Concursos

Clique aqui e faça parte de nosso grupo de whatsapp

Clique aqui e siga-nos no instagram

Clique aqui e siga-nos no facebook

Clique aqui e siga-nos no Twitter

Clique aqui e faça parte de nosso grupo de Telegram

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é WPP-1024x338.jpg
Publicidade

PUBLICIDADE

Publicidade

COLUNISTA FOTOGRAFICO

COLUNISTA VARIEDADE

Publicidade