Connect with us

destaque

NOVO Bolsa Família com valor de R$ 1.200? Entenda

Publicado

on

O Governo Federal ainda não bateu o martelo sobre os valores médios de pagamentos do novo Bolsa Família. O texto da Medida Provisória (MP) do programa, no entanto, está no Congresso Nacional. Dessa forma, alguns parlamentares estão tentando inserir emendas no texto original. O objetivo é mesmo alterar as informações.

De acordo com dados oficiais, os parlamentares apresentaram mais de 400 emendas para esta MP. A grande maioria absoluta delas fala sobre a questão do valor. Uma em particular chama muita atenção. É que a ideia dela é estabelecer uma média de pagamentos do novo programa para a casa dos R$ 1200 em alguns casos.

Isso seria um grande aumento em relação ao que se tem hoje. De acordo com o Ministério da Cidadania, atualmente o Bolsa Família faz pagamentos médios de R$ 189. A ideia do Governo até aqui é subir esse patamar para a casa dos R$ 300. Quem apresentou a emenda para subir para R$ 1200 foi a Deputada Federal Rejane Dias (PT-PI).

“A pessoa provedora de família monoparental receberá, mensalmente, duas cotas do Auxílio Brasil”, disse a parlamentar. Nesta mesma emenda, ela estabelece que as mulheres que sofrem com violência doméstica também recebam as duas cotas do benefício. Pelo menos essa é a ideia da deputada.

Rejane Dias, no entanto, não deixa muito claro a origem desse dinheiro. Se imagina que não estejamos falando de um montante muito pequeno. Um Auxílio de R$ 1200 seria maior até do que um salário mínimo atualmente. De acordo com analistas, as chances de uma ideia dessas passar no Congresso Nacional são quase nulas.

Presidente da Câmara

Recentemente, o Presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL) disse em entrevista que o valor médio do novo Bolsa Família não vai subir muito. Ele criticou essa história que o benefício vai ter um patamar de R$ 400 nos novos pagamentos.

Se ele disse isso, então nem é preciso perguntar o que ele acha de uma elevação de valor para a casa dos R$ 1200. O mais provável portanto é que essa ideia da parlamentar acabe não encontrando respaldo entre a maioria dos seus colegas no Congresso.

Membros do grupo político conhecido como Centrão, no entanto, estão fazendo pressão no Governo para que o aumento seja maior do que essa elevação para R$ 300. O poder executivo ainda não bateu o martelo sobre essa informação. Pelo menos não até agora.

Novo Bolsa Família

A ideia do Governo Federal segue sendo começar os pagamentos do novo Bolsa Família a partir do próximo mês de novembro. Então o programa acabaria entrando em cena um mês depois do fim dos repasses do Auxílio Emergencial.

De acordo com o Ministro da Economia, Paulo Guedes, a ideia é justamente fazer com que uma parte dos usuários do Auxílio Emergencial acabe migrando para o novo Bolsa Família. No entanto, isso só serviria para apenas uma parcela dos usuários.

O Governo afirma que vai dar mais detalhes sobre os valores e a quantidade de usuários do novo Bolsa Família a partir do final do próximo mês de setembro. Até lá o que resta para os usuários é esperar por essa definição.

Notícias Concursos

Clique aqui e faça parte de nosso grupo de whatsapp

Clique aqui e siga-nos no instagram

Clique aqui e siga-nos no facebook

Clique aqui e siga-nos no Twitter

Clique aqui e faça parte de nosso grupo de Telegram

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é WPP-1024x338.jpg

PUBLICIDADE

Publicidade

COLUNISTA FOTOGRAFICO

COLUNISTA VARIEDADE

Publicidade
error: O conteúdo está protegido !!