Connect with us

destaque

Novo Auxílio que pode chegar a R$ 400 por pessoa é aprovado

Publicado

on

A Câmara Municipal de Belo Horizonte aprovou nesta segunda-feira (27) o novo auxílio municipal da capital mineira. De acordo com informações oficiais, o projeto em questão vai fazer seis pagamentos com valores que variam entre R$ 100 e R$ 400 a depender da família que está recebendo o dinheiro.

Agora, esse projeto aprovado pelos vereadores vai direto para o gabinete do Prefeito Alexandre Kalil (PSD-MG). Ele deverá assinar o documento. Pelo menos essa é a expectativa. É que esse é um programa que contou com o apoio da base do governo municipal na Câmara dos Deputados.

A ideia é fazer o pagamento base para as pessoas que moram em Belo Horizonte. Essa é a primeira exigência. A segunda é ter cadastro ativo no Cadúnico. Essa é uma espécie de lista do Governo Federal que inclui o nome dos indivíduos em situação de vulnerabilidade. Para entrar no Auxílio de Belo Horizonte, esse cadastro precisa estar ativo desde o último dia 30 de junho, pelo menos.

A ideia é pagar uma base de R$ 100 durante seis meses para todas as famílias. Só que esse valor pode aumentar a depender de cada uma das situações. Casas que tenham ao menos um estudante da rede pública municipal irão ganhar mais R$ 100 totalizando assim a quantia de R$ 200 por mês.

Quem tiver um filho que estuda em escola pública e que tenha uma renda per capita igual ou menor do que R$ 178 vai poder receber R$ 300 por mês. E quem tiver um estudante de escola pública e receba uma renda per capita de até R$ 89 por mês vai ter o direito de receber o valor de R$ 400 mensalmente.

Críticas

Vale lembrar que o auxílio emergencial municipal de Belo Horizonte nem estreou ainda e já é alvo de críticas. Nas redes sociais, muita gente afirma que os governantes demoraram muito para aprovar esse repasse.

É importante frisar que o país está em situação de pandemia há mais de um ano. E assim como todas as outras cidades do país, Belo Horizonte foi atingida por problemas de aumento da pobreza neste último mês.

De acordo com a Prefeitura da cidade, os pagamentos do projeto em questão irão começar assim que o Prefeito Alexandre Kalil sancionar o projeto. Logo depois disso eles irão fazer os seis repasses pelos seis meses seguintes.

Auxílio Federal

Enquanto Belo Horizonte começa os pagamentos do seu auxílio, o Governo Federal está acabando com o seu. De acordo com informações oficiais, o programa do Planalto deverá durar até o fim do próximo mês de outubro.

De acordo com o Ministério da Cidadania, o Auxílio Emergencial atende hoje algo em torno de 35,4 milhões de brasileiros. Os valores variam entre R$ 150 e R$ 375 e não diferem muito daqueles que a capital mineira vai pagar.

De qualquer forma, membros do Governo Federal admitem a possibilidade de prorrogar o Auxílio Emergencial mais uma vez. Nesta semana, por exemplo, o próprio Ministro da Economia, Paulo Guedes, confirmou essa possibilidade.

Notícias Concursos

Clique aqui e faça parte de nosso grupo de whatsapp

Clique aqui e siga-nos no instagram

Clique aqui e siga-nos no facebook

Clique aqui e siga-nos no Twitter

Clique aqui e faça parte de nosso grupo de Telegram

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é WPP-1024x338.jpg
Publicidade

PUBLICIDADE

Publicidade

COLUNISTA FOTOGRAFICO

COLUNISTA VARIEDADE

Publicidade