Connect with us

destaque

NOVO auxílio de R$ 550 aos trabalhadores aprovado; quem recebe?

Publicado

on

Atenção, trabalhadores! Os desempregados terão a chance de ganhar um auxílio de R$ 550. A confirmação veio por meio do de Paulo Câmara (PSB). Segundo informações dele, a ideia é que esse dinheiro funcione como uma espécie de metade de salário para trabalhadores. Veja como isso irá funcionar na prática.

Segundo ele, o auxílio vai começar com os pagamentos no mês de outubro. A ideia, segundo ele, é pagar ele junto com as empresas. A ideia é que essas companhias contratem novos profissionais, e em troca elas ganhem uma ajuda no pagamento dos salários desses novos empregados.

Essa bonificação será no valor de R$ 550, ou seja, a metade de um salário mínimo hoje. A outra parte do benefício seria paga pela própria empresa. Seria portanto algo semelhante ao Programa de Preservação de Emprego e Renda (BEm) do Governo Federal. Naquele caso, as companhias poderiam fazer acordos de redução da jornada ou suspensão do contrato.

Em troca, o Governo Federal poderia ajudar com os pagamentos dos salários dessas pessoas. No caso do projeto de Pernambuco, a ideia é pagar o dinheiro completo e dividir esse custo com as empresas. De acordo com o Governador Paulo Câmara, eles estão estimando um gasto de algo em torno de R$ 60 milhões.

O objetivo é atender cerca de 20 mil pessoas. Seriam portanto trabalhadores que hoje se encontram sem emprego mas que querem voltar para o mercado de trabalho formal. A inscrição não é para ser feita por esses pernambucanos, mas sim pelas empresas que se interessam por essa parceria.

Quem pode se inscrever para o auxílio de R$550

De acordo com informações do próprio Governo do estado, as empresas que quiserem se inscrever precisam estar com sede em Pernambuco. Então apenas as companhias locais é que poderão participar.

A segunda regra é estar ativo no Novo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (CAGED). Além disso, de acordo com as regras do projeto, é necessário que a empresa tenha, pelo menos, mais de um ano de funcionamento em Pernambuco.

A ideia é que essas empresas se inscrevam a partir do próximo mês de outubro. Para fazer essa inscrição vai ser preciso abrir um site específico para este projeto. Cada companhia vai poder ter até 30 funcionários contratados por esse sistema. Os pagamentos para cada um duram, no máximo, seis meses.

Empregos por auxílios

De acordo com informações de bastidores, esse projeto de Pernambuco faz parte de um plano maior para tentar recuperar o nível de empregos neste momento. É que se sabe que a pandemia acabou com muitas vagas.

Em um nível federal, sabe-se que os Ministérios do Trabalho e da Economia estão trabalhando em alguns projetos para tentar ajudar nessa recuperação. Só que ainda não se sabe se eles terão tempo para aprovação.

De acordo com o Ministro da Economia, Paulo Guedes, seria muito melhor para o país neste momento, investir na recuperação dos empregos do que na produção de mais auxílios sociais para a população. Há, no entanto, quem discorde desta ideia.

Notícias Concursos

Clique aqui e faça parte de nosso grupo de whatsapp

Clique aqui e siga-nos no instagram

Clique aqui e siga-nos no facebook

Clique aqui e siga-nos no Twitter

Clique aqui e faça parte de nosso grupo de Telegram

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é WPP-1024x338.jpg
Publicidade

PUBLICIDADE

Publicidade

COLUNISTA FOTOGRAFICO

COLUNISTA VARIEDADE

Publicidade