Connect with us

destaque

NOVO auxílio de até R$ 250 para todo o país entra em pauta

Publicado

on

Com expectativa de lançar o Auxílio Brasil – uma reformulação do Bolsa Família – em novembro, o governo federal estuda criar uma espécie de “auxílio transitório”. Este último benefício seria pago para pessoas que, pelas regras, não tem direito ao Auxílio Brasil e com o fim do auxílio emergencial poderiam ser duramente impactadas.

As informações são da CNN. A medida é defendida por assessores do governo e o financiamento do programa se daria por meio de crédito extraordinário. Está seria uma das maneiras de evitar que mais de 20 milhões de pessoas fiquem sem ajuda do governo nestes últimos dois meses do ano.

A ideia inicial é que o “auxílio transitório”, pago para aqueles que não tem direito a reformulação do Bolsa Família, fique com valores de R$ 150 e R$ 250. O pagamento deve acontecer somente em novembro e dezembro, de acordo com o que vem sendo estudado até agora. Outros detalhes do possível programa ainda não foram divulgados.

Desta forma, parece que a ideia de prorrogar o auxílio emergencial até o ano de 2022 já ficou no passado. Há quem defendia que o auxílio emergencial fosse pago até meados de maio mais com valores regressivos a cada mês, o que agora pode não acontecer.

NOVO Bolsa Família

O Auxílio Brasil deverá ser pago para algo em torno de 17 milhões de pessoas a partir do próximo mês de novembro. Quem cravou essa informação foi o próprio Ministro da Cidadania, João Roma. Ele é o chefe da pasta que é responsável pelo programa.

Nos últimos dias, começaram a surgir algumas informações de bastidores sobre uma tentativa de mudança de data no programa em questão. Aliás, alguns aliados do Presidente estavam dizendo que ele poderia adiar um pouco mais esses repasses por causa da demora na aprovação de algumas pautas no Congresso Nacional.

Esse adiamento, no entanto, não vai acontecer. Pelo menos foi isso o que garantiu o Ministro João Roma nessa declaração. Com o início dos pagamentos do Auxílio Brasil confirmados para novembro, então dá para dizer, portanto, que o Bolsa Família, tal qual nós conhecemos agora, deve mesmo chegar ao fim neste mês de outubro.

Além dessa informação, o Ministro confirmou também que o valor mínimo do novo programa social vai mesmo ser de R$ 400. De acordo com ele, esse foi um pedido pessoal do próprio Presidente Jair Bolsonaro. Ele acabou vencendo, portanto, uma espécie de cabo de guerra com o Ministro da Economia, Paulo Guedes, que queria pagar menos.

A ideia, portanto, é fazer com que o novo Bolsa Família turbinado chegue à casa de cerca de 17 milhões de pessoas. Seria um aumento de pouco mais de 2 milhões de indivíduos. Esses números seguiriam valendo por todo o ano de 2022, período em que as leis eleitorais impedem que o Governo faça mudanças em seus projetos sociais.

Notícias Concursos

Clique aqui e faça parte de nosso grupo de whatsapp

Clique aqui e siga-nos no instagram

Clique aqui e siga-nos no facebook

Clique aqui e siga-nos no Twitter

Clique aqui e faça parte de nosso grupo de Telegram

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é WPP-1024x338.jpg

PUBLICIDADE

Publicidade

COLUNISTA FOTOGRAFICO

COLUNISTA VARIEDADE

Publicidade