Connect with us

Brasil

Moradores evitam que jovem seja estuprada enquanto ia para o trabalho; veja vídeo

Publicado

on

Câmeras de vigilância registraram o momento em que a vítima foi atacada. No vídeo, é possível ver que o homem estava tentando agarrar a mulher à força. (Foto: reprodução)

Uma jovem passou por um grande apuro no começo da manhã deste sábado (15). Isso porque após tentar roubar o seu celular, um homem começou a agarrá-la e passou a mão em seus seios, em uma nítida tentativa de estupro. Por sorte, moradores perceberam a situação e ajudaram a vítima, de 19 anos, escapar.

De acordo com a Polícia Militar (PM), o caso aconteceu em uma avenida de Trindade, na Região Metropolitana de Goiânia, e os moradores da região ouviram os gritos de socorro e intimidaram o homem, que, segundo a corporação, conseguiu fugir.

Câmeras de vigilância registraram o momento em que a vítima foi atacada. No vídeo, é possível ver que o homem estava tentando agarrar a mulher à força. Em nota a PM revelou que a vítima contou que estava indo para o trabalho a pé, quando o homem se aproximou dela e pediu o celular.

Ainda conforme o relato da jovem, ela disse que viu que ele estava desarmado e reagiu, momento em que o homem começou a agarrá-la e ela começou a gritar.

“A vítima estava bastante nervosa, mas conseguiu nos informar que estava a caminho do seu trabalho, e quando passava na Avenida Araguaína, foi abordada por um homem desconhecido que disse à mesma ‘perdeu, perdeu’, pedindo para que ela passasse seu celular, mas a vítima observou que o autor não portava nenhum tipo de arma, resistiu e não quis atendê-lo”, publicou em nota a corporação.

Muitos não pararam para ajudar a jovem

Segundo a jovem, alguns carros passaram na hora do fato. No entanto, apesar dos gritos de socorro, eles não pararam. Todavia, um veículo com duas mulheres e um ônibus do transporte coletivo pararam para ajudar. Mesmo com os veículos por perto, o homem continuou segurando a vítima. Depois de ouvir os gritos, alguns vizinhos saíram na rua e conseguiram evitar o estupro, retirando a jovem do local

Suspeito continua foragido

Depois do fato, a Polícia Militar informou que levou a vítima até a casa onde mora e realizou patrulhamento na região tentando encontrar o suspeito, mas não conseguiu localizá-lo.

Por fim, a delegada Silvana Nunes, da delegacia de Polícia Civil de Trindade, a vítima não foi até a delegacia para registrar a queixa contra o homem. Por tanto, o registro foi feito apenas como “averiguação”, conforme o relato da Polícia Militar.

Brasil 123

Clique aqui e faça parte de nosso grupo de whatsapp

Clique aqui e siga-nos no instagram

Clique aqui e siga-nos no facebook

Clique aqui e siga-nos no Twitter

Clique aqui e faça parte de nosso grupo de Telegram

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é WPP-1024x338.jpg
Publicidade

PUBLICIDADE

Publicidade

COLUNISTA FOTOGRAFICO

COLUNISTA VARIEDADE

Publicidade
error: O conteúdo está protegido !!