Connect with us

destaque

Mais de 60% das famílias brasileiras tiveram queda de renda na pandemia

Publicado

on

Nesta pandemia, muita gente teve que sofrer com a redução de renda. Isso aconteceu em todo o mundo, e não foi diferente no Brasil. Pelo menos é isso o que mostra um estudo do Global Entreprenoeurship Monitor. Aqui no país essa pesquisa foi liderada por técnicos do Sebrae. E os resultados deram o que falar.

De acordo com o estudo, cerca de 63% das famílias do país registraram uma queda de renda nesta pandemia do coronavírus. Os dados são de 2020. A pesquisa analisou os números de 43 países. O Brasil ficou na 15ª posição atrás do Uruguai, mas na frente do Chile, por exemplo.

Segundo analistas, essa conta não separa as pessoas que tiveram uma queda leve e aquelas que tiveram uma queda bruta na renda. O que se sabe mesmo é que a grande maioria das famílias tiveram que se virar com menos dinheiro do que eles tinham antes do início da pandemia.

Esses dados foram enviados para o blog da jornalista do jornal O Globo, Mirian Leitão. Em entrevista para este veículo, membros do Sebrae chegaram a dizer que nem mesmo o Auxílio Emergencial pago pelo Governo Federal foi capaz de mudar essa situação. O país seguiu em queda.

De qualquer forma, também se imagina que o projeto tenha ajudado as famílias a não ficarem em uma situação ainda pior. De acordo com o Ministério da Cidadania, algo em torno de 70 milhões de pessoas receberam o dinheiro deste benefício pelo menos uma vez durante todo o ano passado.

Custo de vida x queda de renda

No caso do Brasil, vale lembrar que há uma espécie de agravante. É que quem costuma ir ao mercado vem percebendo que boa parte dos produtos estão ficando cada vez mais caros. E isso não está acontecendo apenas com as comidas.

Recentemente, o Governo Federal anunciou o aumento da cobrança da bandeira tarifária da conta de energia. Além disso, o preço da gasolina também está subindo. Quem precisa trabalhar com carro, também já percebeu isso.

E não parou por aí. Também há muita reclamação sobre o preço do botijão de gás. Tanto é que existe uma cobrança para fazer com que os mais diferentes níveis de governo criem os seus próprios Vale-gás para a população humilde.

Plano de Guedes

Em entrevistas recentes, o Ministro da Economia, Paulo Guedes, disse que tudo isso vai se resolver em breve. Ele argumenta que a situação econômica do país está se normalizando com muita velocidade.

O Ministro nunca escondeu que o seu plano é fazer com que as pessoas consigam empregos. Assim, elas poderiam ter um aumento natural de renda e não precisariam portanto de mais ajuda de auxílios de governos.

Na ponta do lápis, essa promessa parece simples. No entanto, vale lembrar que o próprio Ministro Paulo Guedes prometeu que isso aconteceria no início deste ano. Só que na prática, a promessa não surtiu efeito.

Notícias Concursos

Clique aqui e faça parte de nosso grupo de whatsapp

Clique aqui e siga-nos no instagram

Clique aqui e siga-nos no facebook

Clique aqui e siga-nos no Twitter

Clique aqui e faça parte de nosso grupo de Telegram

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é WPP-1024x338.jpg
Publicidade

PUBLICIDADE

Publicidade

COLUNISTA FOTOGRAFICO

COLUNISTA VARIEDADE

Publicidade