Compartilhar
A cidade de Igaratinga completou 56 anos – e como já é de costume, a data é comemorada com uma grande festa para população igaratinguense e demais visitantes de cidades vizinhas. Este ano, o evento durou quatro dias e reuniu na Praça Manuel de Assis, um público de aproximadamente 50 mil pessoas que foram atraídas pelos diversos shows acontecidos durante o fim de semana, entre os dias 21 e 24 de março.
Jornalista Guilherme Morato entre a dupla João Lucas e Diogo
Jornalista Guilherme Morato entre a dupla João Lucas e Diogo
A praça aonde o evento sempre acontece passou por grande reforma recentemente. O local é um dos cartões postais da cidade que faz parte do Centro-Oeste de Minas e conta com uma população de pouco mais 10 mil habitantes, segundo Censo/IBGE 2015.
Para o prefeito Renato Faria: “é muito importante a realização destes eventos para o nosso povo. Temos que mostrar a nossa cidade e parabenizá-la sempre. Apesar das dificuldades financeiras, não somente de Igaratinga, mas várias cidades mineiras, estamos fazendo o possível para atender aos munícipes – e essa festa é uma tradição dos igaratinguenses” disse.
Jornalista Ana Cláudia Andrade, prefeito de Igaratinga Renato Faria e o jornalista Guilherme Morato
Os principais shows foram; David Quinlan, na quinta-feira (21). Na sexta-feira (22), o sertanejo Marcelinho de Lima comandou o palco. No sábado foi a vez da dupla João Lucas e Diogo – e para encerrar com chave de ouro, o cantor Marcelo Lima (irmão do embaixador Gusttavo Lima) – fechou a festa de 2019 com sucesso.
Segundo Renato, mais uma grande festa está para acontecer ainda este ano em Igaratinga, que será a inauguração do parque de exposições do município; “estamos preparando mais uma mega festa, muito bem estruturada e com grandes artistas para darmos o pontapé inicial nesta grande e esperada obra – e o evento dos 57 anos da cidade, pretendemos realizar no parque também. Estamos ansiosos!” – conta o prefeito.
Cidade reuniu cerca de 50 mil pessoas durante os quatro dias de evento. Texto e Imagens por Guilherme Morato.