Connect with us

Brasil

Governo de Minas anuncia medidas para que municípios tenham acesso à vacinação contra COVID-19

Publicado

on

Entre as medidas anunciadas por Romeu Zema, está a aquisição de agulhas, seringas e câmaras frigoríficas

O governador de Minas Gerais, Romeu Zema (Novo), anunciou um plano de contingência para a vacinação contra a COVID-19 em todo o estado. De acordo com ele, trata-se de um planejamento para que, quando o imunizante esteja disponível, os 853 municípios o recebam e estejam preparados para aplicá-lo na população.

Entre as medidas anunciadas pelo governador estão a compra de mais de 50 milhões de agulhas e seringas a serem utilizadas no processo de vacinação e a aquisição de mais de 700 câmaras frigoríficas para armazenar o imunizante, que precisará ser guardado em temperaturas muito baixas.

Ficará a cargo da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiras a escolta e a distribuição das vacinas para todos os municípios de Minas. “Tudo está sendo preparado e planejado para que ocorra da melhor forma possível”, garante o governador.

Zema ressaltou ainda que o programa de imunização é de papel do governo federal, por meio do Ministério da Saúde. “Nosso estado tem acompanhado e participado. Nenhum estado será privilegiado ou prejudicado no que diz respeito à vacinação”, completa.

Por fim, o governador salientou ainda que não é momento de se descuidar. Relembrou que, diariamente o estado registra casos e mortes pela doença e da necessidade se ter cautela. “Vamos continuar usando máscaras, com as medidas de higienização e de distanciamento”, concluiu.  A população brasileira recebeu boas notícias a respeito da vacina nas últimas semanas. Após resultados positivos na última fase de testes da vacina da Oxford e da AstraZeneca, produzida no Brasil em parceria com a Fiocruz, a previsão é que o programa de imunização comece já em março do ano que vem.

Publicidade

PUBLICIDADE

Publicidade

COLUNISTA FOTOGRAFICO

COLUNISTA VARIEDADE

Publicidade

MAIS VISTOS

error: O conteúdo está protegido !!