Connect with us

destaque

Funcionários de Prefeitura de Camacho são acusados de prestar serviço particular em horário de serviço

Publicado

on

Uma grave acusação de crime eleitoral repercutiu fortemente em Camacho. Durante a tarde de ontem (12), dois servidores municipais foram acusados de prestar serviços privados como pedreiro e servente de pedreiro numa obra particular da cidade.

Diante das evidências, a Promotoria de Justiça compareceu ao município e ouviu as partes envolvidas. De acordo com as denúncias, o proprietário da obra supostamente agraciada com o trabalho dos acusados é um servidor público municipal e militante partidário do atual prefeito Bruno Lamounier (DEM), que concorre à reeleição.

Diante da suspeita de utilização da máquina pública para serviços privados com a possível tentativa de obtenção de votos, o fato está sendo investigado pelo Ministério Público. De acordo com o jurista Paulo Martins, consultado por nossa equipe de reportagem, a atual administração poderá sofrer cassação do mandato, numa eventual condenação.

Já os funcionários envolvidos podem ser acusados do crime de peculato, já que o uso indevido ou desvio dos bens públicos para fins particulares é crime previsto no Código Penal e também na Lei de Improbidade Administrativa. 

Destaca-se que o caso ainda está em fase inicial de investigação e carece de todo o cuidado jurídico e técnico.

Prefeitura de Camacho

Até o momento, a Prefeitura de Camacho não se posicionou oficialmente sobre o episódio. Nossa equipe de jornalismo está a postos e cederá todo o espaço para reportar qualquer nota que a assessoria jurídica comunique.


Noticias 24 horas por dia siga nossa rede social a baixo : 

Clique aqui e faça parte de nosso grupo de whatsapp

Clique aqui e siga-nos no instagram

Clique aqui e siga-nos no facebook

Clique aqui e siga-nos no Twitter

Clique aqui e faça parte de nosso grupo de Telegram 

Publicidade

PUBLICIDADE

Publicidade

COLUNISTA VARIEDADES

COLUNISTA FOTOGRAFICO

COLUNISTA VARIEDADE

Publicidade

MAIS VISTOS

error: O conteúdo está protegido !!