Connect with us

destaque

Entenda a regulamentação de depósitos voluntários feita pelo Banco Central

Publicado

on

BC regulamenta depósitos voluntários 

O Banco Central regulamentou os depósitos voluntários a prazo de instituições financeiras. Sendo assim, com a novidade, o Banco Central ganha maior autonomia operacional. 

Conforme informações do próprio BC, os depósitos voluntários a prazo são usados pelos bancos centrais da Europa, Inglaterra e Estados Unidos. O BC ressalta que essa medida faz parte da Agenda BC.

Sendo assim, o Banco Central passou a acolher depósitos voluntários a prazo de instituições financeiras, ampliando e aperfeiçoando instrumentos de execução de política monetária. 

 Lei nº 14.185

A medida, que decorre da Lei nº 14.185, de 14 de julho de 2021, dá mais uma ferramenta de controle da moeda. Portanto, a novidade se insere no âmbito dos esforços para aperfeiçoamento institucional do BC, conforme informa o próprio Banco Central. 

O principal instrumento utilizado no Brasil é a taxa Selic

Conforme informa o próprio BC, a política monetária do BC se refere às ações que buscam afetar o custo do dinheiro (taxa de juros) e a quantidade de dinheiro (liquidez) na economia. Sendo assim, o principal instrumento utilizado no Brasil é a taxa Selic, que é a taxa básica de juros da economia e afeta outras taxas de juros, além de influenciar o comportamento da inflação. 

O BC ressalta em seu site que, desde 2002, por determinação legal, o Banco Central opera sua política monetária no mercado aberto com títulos públicos emitidos pelo Tesouro Nacional. Desde então, houve preponderância de efeitos expansionistas da base monetária, ou seja, aumento da oferta de moeda na economia. 

Com isso, o BC atuou majoritariamente com operações compromissadas de venda de títulos de sua carteira com compromisso de recompra. Ou seja, vendia títulos públicos às instituições financeiras, diminuindo a base monetária.  

Autonomia operacional

Assim sendo, com a regulamentação dos depósitos voluntários, o BC ganha maior autonomia operacional. O instrumento, que terá remuneração a ser definida pelo BC, vai ajudar a regular a quantidade de moeda em circulação, uma vez que o dinheiro deixa de circular quando passa a ser um depósito voluntário no BC.  

O BC ressalta que também há uma melhora no controle da taxa de juros de curto prazo. Além disso, outro benefício é o alinhamento do BC às melhores práticas internacionais.

Aspectos operacionais dos depósitos voluntários

Conforme informações do Banco Central, o normativo aprovado pelo BC também dispõe sobre aspectos operacionais dos depósitos voluntários a prazo. Segundo o BC, são eles: formas de constituição e liberação no BC, critérios de elegibilidade das instituições depositantes e critérios para liberação antecipada dos recursos.

Além disso, traz ainda adaptações ao regulamento do Sistema Especial de Liquidação e de Custódia (Selic) para prever o registro e as movimentações financeiras relativas ao instrumento no âmbito da Selic.   

Notícias Concursos

Clique aqui e faça parte de nosso grupo de whatsapp

Clique aqui e siga-nos no instagram

Clique aqui e siga-nos no facebook

Clique aqui e siga-nos no Twitter

Clique aqui e faça parte de nosso grupo de Telegram

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é WPP-1024x338.jpg
Publicidade

PUBLICIDADE

Publicidade

COLUNISTA FOTOGRAFICO

COLUNISTA VARIEDADE

Publicidade