Connect with us

destaque

Confira os pagamentos do Auxílio Emergencial

Publicado

on

Considerado como um dos principais programas social do Brasil, o Auxílio Emergencial tem sido uma importante fonte de renda de diversas famílias. Nesse sentido, o benefício se iniciou em 2020 com o objetivo de auxiliar financeiramente aqueles em situação de vulnerabilidade. No contexto da pandemia, então, os impactos socioeconômicos se tornaram ainda maiores.

Inicialmente, durante o ano de 2021, o programa teria a duração de quatro meses. No entanto, recentemente, houve o anúncio da prorrogação do benefício em mais três parcelas. Desse modo, as novas rodadas que serão disponibilizadas até outubro deste ano.

Como consultar o resultado da análise da Dataprev?

Os beneficiários que possuem interesse em saber como anda sua situação junto ao programa poderão efetuar a consulta através do site da Dataprev. O órgão, por sua vez, também faz parte do Governo Federal e é responsável por realizar todo o processo de análise de todos os cidadãos inscritos.  

Então, o portal eletrônico solicitará alguns dados, como número do CPF, nome completo, data de nascimento e nome da mãe. Assim, após o preenchimento dos dados o interessado será redirecionado a uma nova página que fornecerá todas as informações referente ao recebimento do benefício. 

O processo de consulta frequente por parte dos participantes do programa se faz necessária desde o mês de abril. Isto ocorre porque, desde quando o governo federal retomou o pagamento, o houve o aumento da fiscalização. Nesse sentido, a Dataprev e o Ministério da Cidadania vem retirando alguns participantes suspeitos de participarem de fraude no recebimento dos valores. 

Caso o benefício seja suspenso ou interrompido de forma indevida, contudo, a própria página da Dataprev disponibiliza um pedido de contestação. Dessa maneira, o beneficiário poderá questionar o corte por se considerar apto a ter acesso à quantia.

Auxílio Emergencial deverá acabar em outubro

Apesar da prorrogação das parcelas ter sido muito importante, principalmente nestes meses em que o país ainda sente os efeitos causados pela pandemia, a medida já possui data para se encerrar.

Segundo o Governo Federal, portanto, o benefício deverá acabar após o fim do pagamento da sétima parcela, programada para outubro. Então, de acordo com a equipe econômica da gestão atual, parte dos seus recursos serão remanejados para a implantação do Auxílio Brasil. Isto é, novo programa social que deverá substituir o Programa Bolsa Família a partir do novembro deste ano.

Governo Federal inicia pagamento da 5ª parcela do Auxílio Emergencial

O Governo Federal iniciou o pagamento da quinta parcela do Auxílio Emergencial para o público geral nesta sexta-feira, 20 de agosto. Dessa forma, os valores serão disponibilizados aos cidadãos que não participam do Programa Bolsa Família e se inscreveram por meios digitais.

Cerca de 2,16 milhões de pessoas que nasceram em janeiro terão os valores da quinta parcela depositados na Conta Poupança Social Digital. Isso representa aproximadamente R$ 446, 6 milhões de investimento para a realização do pagamento. 

João Roma, atual ministro da Cidadania destacou toda a capacidade operacional do benefício que já ultrapassa a casa dos R$ 35 bilhões investidos durante 2021.

De acordo com ele, então, já “são mais de 39 milhões de famílias brasileiras elegíveis ao Auxílio Emergencial 2021, o que dá um respaldo a grande parte da sociedade brasileira a superar as dificuldades ocasionadas pela pandemia do novo coronavírus”.

Assim, os depósitos da quinta parcela do programa irão acontecer até o fim deste mês de agosto. Em seguida, o calendário de saques se inicia a partir do dia 1 de setembro e deve se encerrar no dia 20. Isto é, o grupo que não faz parte do Bolsa Família, possui dois calendários distintos: um para receber os valores em sua Poupança Social Digital e outro para poder realizar saques em dinheiro.

Por outro lado, os integrantes que recebem o benefício e participam do Programa Bolsa Família possuem calendário de pagamento distinto do público em geral. Este, então, varia de acordo com o dígito final do Número de Identificação Social (NIS). O processo de depósito para este grupo se iniciou na última quarta-feira, 18 de agosto. 

Depois do Auxílio Emergencial haverá o Auxílio Brasil

O recebimento do Auxílio Emergencial em 2021 se limita a apenas um membro de cada grupo familiar que se inscreveu. Assim, os valores da prorrogação continuam sendo os mesmos adotados anteriormente, variando entre R$ 150, R$ 250 e R$ 375 de acordo com a constituição de cada família. 

Após o término de todas as parcelas do benefício emergencial, o Governo Federal iniciará o Auxílio Brasil. Nesse sentido, todas as regulamentações sobre a medida já foram definidas através da Medida Provisória de número 1.061 que o presidente Jair Bolsonaro já entregou ao Congresso Nacional no dia 9 de agosto. 

“O Auxílio Brasil representa evolução no conceito de transferência de renda e de assistência às famílias em condição de vulnerabilidade. Com essa medida, o Governo Federal integra várias políticas públicas de assistência social, saúde, educação e emprego”, pontuou o ministro da Cidadania, João Roma.

Beneficiários do Bolsa Família que possuem NIS de fim 3 recebem a quinta parcela

Os beneficiários do Programa Bolsa Família que possuem o Número de Identificação Social com final 3 recebem os valores referentes a quinta parcela do Auxílio Emergencial nesta sexta-feira, 20 de agosto. 

A quantia disponibilizada a estes participantes já pode ser sacada ou movimentada pelo aplicativo Caixa Tem. A plataforma, por sua vez, permite a realização de transferências, pagamento de contas e boletos. 

Dessa maneira, a liberação do valor acompanha o mesmo calendário adotado pelo Bolsa Família. Neste, os pagamentos se iniciam sempre nos dez últimos dias úteis de cada mês. Isso significa, então, que aqueles com NIS 1 e 2 já receberam seus valores nos últimos dias.

De acordo com dados do Ministério da Cidadania, somente neste mês de agosto, cerca de 9,59 milhões de participantes do Bolsa Família terão acesso ao Auxílio Emergencial. Ao todo, aproximadamente 14,65 milhões de famílias serão contemplados pelo Bolsa Família ou Auxílio Emergencial, totalizando um investimento de R$ 4,12 bilhões.

Calendário 5ª parcela para participantes do Bolsa Família

  • 18 de agosto: NIS com final 1 
  • 19 de agosto: NIS com final 2 
  • 20 de agosto: NIS com final 3 
  • 23 de agosto: NIS com final 4 
  • 24 de agosto: NIS com final 5  
  • 25 de agosto: NIS com final 6 
  • 26 de agosto: NIS com final 7 
  • 27 de agosto: NIS com final 8 
  • 30 de agosto: NIS com final 9 
  • 31 de agosto: NIS com final 0

Notícias Concursos

Clique aqui e faça parte de nosso grupo de whatsapp

Clique aqui e siga-nos no instagram

Clique aqui e siga-nos no facebook

Clique aqui e siga-nos no Twitter

Clique aqui e faça parte de nosso grupo de Telegram

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é WPP-1024x338.jpg
Publicidade

PUBLICIDADE

Publicidade

COLUNISTA FOTOGRAFICO

COLUNISTA VARIEDADE

Publicidade