Connect with us

Brasil

CAIXA anuncia novas condições de empréstimo; confira

Publicado

on

O Governo Federal e a CAIXA anunciaram, nesta quinta-feira (17), novas medidas de acesso ao crédito para um número ainda maior de clientes e com taxa de juros menores, a partir de 1,95% ao mês. As modalidades de empréstimo foram detalhadas em evento realizado no Palácio do Planalto, em Brasília, que contou com a participação do presidente da República, Jair Bolsonaro, dos ministros da economia, Paulo Guedes, e do Trabalho e Previdência, Onyx Lorenzoni, do presidente da CAIXA, Pedro Guimarães, e demais autoridades

Novas modalidades de empréstimo

Crédito Caixa Tem, que é destinado a clientes Pessoa Física, vai disponibilizar até R$ 1.000, com taxa de juros a partir de 1,95% ao mês e parcelamento em até 24 meses, podendo ser contratado pelo aplicativo Caixa Tem, sem necessidade de ir ao banco.

Para solicitar o crédito, é preciso que os interessados em obter os recursos tenham em seus celulares a última versão do aplicativo, que pode ser baixada nas lojas da Google Play ou Apple Store.

Em seguida, é preciso fazer a atualização cadastral no Caixa Tem, em que o usuário digitaliza o documento de identidade, envia uma foto no formato “selfie” e informa a sua renda mensal.

Já o Crédito Caixa Tem para Microempreendedores Individuais, para clientes Pessoa Jurídica, poderá ser solicitado nas agências do banco, com possibilidade de contratação de até R$ 3.000, parcelamento em até 24 meses e taxa de juros a partir de 1,99% ao mês.

Para contratar, basta o interessado ter uma conta na Caixa Econômica, possuir mais de 12 meses de faturamento como MEI, apresentar comprovante de residência e os documentos pessoais e da empresa.

Para ambas as linhas, os recursos poderão ser utilizados para o aumento do capital de giro, aquisição de insumos e investimentos em equipamentos e utensílios que favoreçam o aumento da produção.

A oferta de microcrédito pela CAIXA alcança também os empreendedores pessoa física e MEI com restrições cadastrais, por meio de taxa de juros mais acessível, e vai estimular a inclusão bancária desse público, bem como oferecer uma oportunidade de promover a capacidade produtiva desses empreendedores e a expansão sustentável dos pequenos negócios no país.

Aumento da margem do crédito consignável

Durante o evento mencionado, também foi anunciado o aumento da margem consignável do convênio do INSS de 30% para até 40%, permitindo que o cliente escolha a melhor forma de utilização de sua margem.

A contratação dos recursos com esse novo limite poderá ser feita a partir da autorização do INSS.

Entre os beneficiados com a medida, a principal novidade é a habilitação dos titulares do Benefício de Prestação Continuada (BPC) para contratação do consignado, que antes não tinham acesso a esta modalidade de crédito.

A saber, o início das concessões para este público também aguarda autorização do INSS.

Fonte: Caixa Econômica Federal

Clique aqui e faça parte de nosso grupo de whatsapp

Clique aqui e siga-nos no instagram

Clique aqui e siga-nos no facebook

Clique aqui e siga-nos no Twitter

Clique aqui e faça parte de nosso grupo de Telegram

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é WPP-1024x338.jpg

PUBLICIDADE

Publicidade

COLUNISTA FOTOGRAFICO

COLUNISTA VARIEDADE

Publicidade
error: O conteúdo está protegido !!