Connect with us

Brasil

Brasil- Mulher é presa acusada de forjar sequestro dela e do filho para pedir resgate ao marido

Publicado

on

A mulher disse que forjou o sequestro porque tem uma dívida muito grande no cartão de crédito e também porque está devendo para agiotas

A Polícia Civil  de Jacarepaguá, na Zona Oeste do Rio de Janeiro, atendeu uma ocorrência nada usual na cidade no final da noite de quarta-feira (21). Isso porque, de acordo com a entidade, uma mulher foi presa acusada de forjar o próprio sequestro e do filho, uma criança de três anos, com o intuito de pedir resgate ao marido.

Em nota, a Polícia Civil explicou que Raimunda Souza, de 43 anos, afirmou que iria levar seu filho em uma consulta médica. Passadas algumas horas, a mulher teria mandado várias mensagens ao marido, afirmando que havia sido sequestrada.

De acordo com a apuração, nas mensagens, a mulher afirmou que os criminosos queriam R$ 70 mil pelo resgate. A fim de adicionar mais credibilidade à história, a suspeita usou seu filho. Nas mensagens, o garoto aparece chorando enquanto fala com o pai.

Por conta do ocorrido, o marido entrou em contato com a Delegacia Antissequestro (DAS), que descobriu que não havia consulta e que os dois estavam dentro de um shopping

“Nós fizemos as diligências dentro do shopping e encontramos a mulher com a criança na praça de alimentação. Sem nenhum tipo de sequestro, sem estar ameaçada. Ela estava tranquilamente sentada com a criança”, disse o delegado Cláudio Góis, responsável pelo caso.

Ao chegar na delegacia, a mulher confessou o crime e ainda explicou que fez isso porque estava devendo o cartão de crédito e também para agiotas.

“Nós a conduzimos até a delegacia e ela relatou que estava devendo dinheiro, tinha uma dívida muito grande em cartão de crédito, estava devendo a agiotas e teve a ideia de usar ela e o filho para tirar o dinheiro do marido e quitar a dívida”, afirmou o delegado.

Após ser ouvida, Raimunda foi presa, mas acabou sendo liberada na sequência. Agora ela vai responder, em liberdade, pelo crime de extorsão.

Clique aqui e faça parte de nosso grupo de whatsapp

Clique aqui e siga-nos no instagram

Clique aqui e siga-nos no facebook

Clique aqui e siga-nos no Twitter

Clique aqui e faça parte de nosso grupo de Telegram

Publicidade

PUBLICIDADE

Publicidade

COLUNISTA FOTOGRAFICO

COLUNISTA VARIEDADE

Publicidade
error: O conteúdo está protegido !!