Connect with us

destaque

Bolsa Família: PT aposta que termo “Auxílio Brasil” não vai pegar

Publicado

on

O Partido dos Trabalhadores (PT) aposta neste momento que o termo “Auxílio Brasil” não vai pegar entre o eleitorado. Este é o nome que o Bolsa Família terá a partir de novembro. Uma das ideias do Governo Federal é que as pessoas esqueçam o termo anterior que, na visão deles, estaria muito ligado ao ex-Presidente Lula.

De acordo com informações de bastidores, a alta cúpula do PT acredita que as pessoas continuarão chamando o programa por Bolsa Família. Principalmente porque este seria o nome que ficou popularizado no benefício. Eles até acreditam que os usuários podem até passar a chamar o projeto por “novo Bolsa Família”, mas não por “Auxílio Brasil”.

Membros do Governo Federal acreditam que Bolsonaro só tem a ganhar com a mudança deste nome. É que eles entendem que o termo “Bolsa Família” remete ao período do PT no poder. Além disso, eles acreditam que a palavra “Auxílio” teria muito mais a marca do atual Presidente por causa do benefício emergencial que a atual gestão paga.

O que se sabe é que a busca pela popularização do termo deve seguir por mais tempo. Isso porque a tendência natural é que o programa esteja no centro das discussões políticas durante as eleições presidenciais de 2022. Boa parte dos pré-candidatos estão dispostos a falar sobre esse assunto no próximo ano.

Hoje, de acordo com o Ministério da Cidadania, o Bolsa Família atende algo em torno de 14,6 milhões de brasileiros. Os valores médios de pagamentos estão na casa dos R$ 189. Cerca de 1,2 milhão de pessoas estão na fila de espera para entrar no projeto. Pelo menos é o que dizem os dados oficiais.

Fila do Bolsa Família

Esse, aliás, é um ponto que a oposição tende a bater muito na tecla. É que de acordo com as informações oficiais, essa fila do Bolsa Família contém hoje quase 1,2 milhão de pessoas.

E o fato é que essa lista de espera recomeçou a se formar no Governo Bolsonaro, e ainda antes da pandemia do novo coronavírus por aqui. Portanto, pode ser um ponto fraco do Planalto nesta narrativa.

De qualquer forma, membros do Ministério da Cidadania estão cientes de que essa fila deve acabar no próximo mês de novembro. É que com a chegada do novo programa remodelado, é natural que eles insiram essas pessoas no projeto.

Novidades

A ideia do Governo Federal é começar os pagamentos do novo Bolsa Família em novembro. O objetivo é fazer com que o benefício acabe crescendo de tamanho em todos os sentidos.

De acordo com o Presidente Jair Bolsonaro o valor médio dos pagamentos vai subir dos atuais R$ 189 para algo em torno de R$ 300. Além disso, o número de usuários também deve subir de 14 para 17 milhões de pessoas.

Tudo isso ainda precisa, no entanto, de aprovação do Congresso Nacional. A Medida Provisória (MP) do novo Bolsa Família já conta com mais de 460 emendas e ainda não foi votada pelo Congresso Nacional.

Notícias Concursos

Clique aqui e faça parte de nosso grupo de whatsapp

Clique aqui e siga-nos no instagram

Clique aqui e siga-nos no facebook

Clique aqui e siga-nos no Twitter

Clique aqui e faça parte de nosso grupo de Telegram

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é WPP-1024x338.jpg
Publicidade

PUBLICIDADE

Publicidade

COLUNISTA FOTOGRAFICO

COLUNISTA VARIEDADE

Publicidade