Connect with us

Brasil

Bolsa Família: Governo segue confiante nos prazos do programa

Publicado

on

O Governo Federal decidiu há algumas semanas que vai começar a fazer os pagamentos do novo Bolsa Família a partir do próximo mês de novembro. De lá para cá muita coisa aconteceu e até deixou de acontecer, mas o Planalto está seguindo firme na ideia de que essa vai ser mesmo a data do início dos repasses do programa.

De acordo com informações de bastidores, o Governo está confiante na ideia de que vai conseguir, de uma forma ou de outra, fazer os pagamentos. O plano inicial segue sendo aprovar a PEC dos precatórios. No entanto, mesmo que isso não dê certo, eles estão pensando em uma série de outras possibilidades para esse momento.

Só o que pode atrapalhar mesmo o andamento desse objetivo é a pandemia do novo coronavírus. É que se os números de novas mortes e internações não caírem, então o Governo vai se ver na obrigação de aplicar uma nova prorrogação do benefício. E isso acabaria atrasando novamente os repasses do novo Bolsa Família.

É que a ideia do Governo Federal é começar a pagar o novo projeto um mês depois do fim do Auxílio Emergencial. Então como um vai terminar em outubro, o outro benefício começaria em novembro. Se um atrasar, o outro vai acabar atrasando também. Pelo menos essa é a lógica que o Palácio do Planalto está aplicando neste momento.

Vale lembrar que esses atrasos aconteceram uma vez. É que a ideia inicial do Governo era pagar o Auxílio Emergencial até julho. Assim, o novo Bolsa Família começaria apenas em agosto. Como a pandemia não deu uma trégua, então o Planalto decidiu prorrogar o benefício emergencial e atrasar o início do novo programa social.

Auxílio Emergencial

De acordo com informações do Ministério da Cidadania, cerca de 37 milhões de brasileiros são usuários do Auxílio Emergencial. Esse grupo, aliás, inclui os informais e aqueles que estão dentro da atual versão do Bolsa Família.

Os valores do Auxílio Emergencial este ano estão variando entre R$ 150 e R$ 375 a depender do público que recebe o montante. São portanto patamares menores do que aqueles que se viu no ano passado, quando o Governo chegou a liberar parcelas de até R$ 1200.

Ainda de acordo com informações do Ministério da Cidadania, a versão 2021 do Auxílio Emergencial começou a ser paga ainda no último mês de abril. O plano agora é que o benefício permaneça realizando pagamentos até, pelo menos, o próximo mês de outubro.

Novo Bolsa Família

Logo depois, o Governo começaria a pagar o novo Bolsa Família. De acordo com informações de bastidores, o novo benefício deverá atender algo em torno de 17 milhões de pessoas. Esse número, no entanto, ainda não é oficial.

Outro ponto que ainda não está decidido é a questão do valor médio de pagamentos do programa. Hoje, esse patamar está na casa dos R$ 189. Parte do Governo quer subir isso para a casa dos R$ 400. O Presidente Jair Bolsonaro é quem vai tomar a decisão final.

De acordo com informações de bastidores, o Palácio do Planalto vai dar esses e mais outros detalhes sobre o tema a partir do final do próximo mês de setembro. Pelo menos esse é o objetivo até aqui.

Fonte;Brasil123

Clique aqui e faça parte de nosso grupo de whatsapp

Clique aqui e siga-nos no instagram

Clique aqui e siga-nos no facebook

Clique aqui e siga-nos no Twitter

Clique aqui e faça parte de nosso grupo de Telegram

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é WPP-1024x338.jpg
Publicidade

PUBLICIDADE

Publicidade

COLUNISTA FOTOGRAFICO

COLUNISTA VARIEDADE

Publicidade