Connect with us

destaque

Bloqueios “sem explicação” no auxílio emergencial; veja

Publicado

on

Centenas de mulheres que são mães solteiras usaram as redes sociais nesta última semana para criticar o Governo Federal. De acordo com elas, o Planalto bloqueou o recebimento do Auxílio Emergencial para esse grupo sem dar maiores explicações. Elas afirmam que isso aconteceu há algumas semanas.

De acordo com essas mães, esses bloqueios teriam acontecido ainda no último dia 11 de junho. No entanto elas afirmam que o Governo não deu nenhum tipo de explicação. Por isso, muitas delas decidiram usar justamente as redes sociais para reclamar da situação. Elas estão portanto em busca de uma resposta.

Pelas regras do Auxílio, o Dataprev está realizando depois de cada um dos pagamentos, uma espécie de pente fino no programa. Isso quer dizer portanto que o órgão analisa quem pode seguir recebendo e quem tem o cancelamento. Em caso de suspensão, eles acabam explicando o motivo do corte no site oficial do projeto.

Essas mães, no entanto, afirmam que o cancelamento aconteceu para elas sem nenhuma explicação. De acordo com elas, a única mensagem que aparece no site da consulta é uma frase afirmando que elas não preenchem mais os requisitos para continuar recebendo o dinheiro do Auxílio Emergencial.

No entanto, a grande maioria dessas mães garante que elas seguem atendendo a todos os critérios do programa. Todas elas afirmam que seguem solteiras e que não passaram a trabalhar de maneira formal, por exemplo. Por isso, elas estão cobrando uma explicação das autoridades neste momento.

O que diz o Governo

De acordo com o Ministério da Cidadania, não há nenhuma decisão do Governo de fazer um bloqueio dirigido a nenhum grupo. Eles afirmam que as suspensões estão acontecendo de maneira individual e por motivos específicos.Você Pode Gostar Também:

Então na prática o que o Ministério está dizendo é que essas mulheres saíram do programa por questões particulares de cada uma. Por essa lógica, o Governo não estaria prejudicando um grupo específico, e sim mulheres que não atenderiam mais aos requisitos do projeto.

O Dataprev, que faz a análise das contas do Auxílio Emergencial, ainda não comentou essa situação. A Caixa Econômica Federal, que é o banco responsável pelos repasses do programa também decidiu não se pronunciar sobre isso.

Valores maiores no Auxílio

Vale lembrar que as mães solteiras formam o grupo de pessoas que normalmente recebem mais dentro do Auxílio Emergencial. E isso é uma regra que durou em todas as fases do benefício desde o ano passado.

De acordo com informações do Ministério da Cidadania, as mães solteiras estão ganhando o maior valor do programa este ano, que é o de R$ 375. E isso vale tanto para aquelas que estão no Bolsa Família, como para aquelas que se inscreveram no projeto.

Em 2020, quando o Auxílio começou a fazer os pagamentos, os valores de R$ 600 eram pagos de maneira dobrada para essas mães. Dessa forma, elas chegaram a receber R$ 1200 por mês. Isso é mais do que o valor atual do salário mínimo no Brasil.

Notícias Concursos

Clique aqui e faça parte de nosso grupo de whatsapp

Clique aqui e siga-nos no instagram

Clique aqui e siga-nos no facebook

Clique aqui e siga-nos no Twitter

Clique aqui e faça parte de nosso grupo de Telegram

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é WPP-1024x338.jpg
Publicidade

PUBLICIDADE

Publicidade

COLUNISTA FOTOGRAFICO

COLUNISTA VARIEDADE

Publicidade