Connect with us

destaque

Bloqueio na aposentadoria por falta de prova de vida: veja o que fazer

Publicado

on

O Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) vai retomar nesta terça-feira (1) a obrigatoriedade da prova de vida. O procedimento precisa acontecer nos bancos em que os aposentados recebem a aposentadoria. Quem não fizer esse processo, corre sérios riscos de perder o benefício.

E se alguém passar do prazo? O que acontece com essa pessoa? De acordo com o próprio INSS, existe a possibilidade de recuperar o benefício mesmo depois do cancelamento por falta de prova de vida. Para isso, no entanto, o aposentado precisa ir até os canais oficiais do Instituto.

Na prática, a pessoa precisa abrir o site ou aplicativo do Meu INSS. Logo depois, ela vai precisar fornecer alguns dados como CPF, RG e um comprovante de residência. Dessa forma, o Instituto vai conseguir entender que o beneficiário em questão pode estar vivo ainda.

Logo depois dessa fase de reativação na internet, o aposentado vai precisar ir até uma agência do banco para fazer a prova de vida. Então não tem muito jeito. Se a pessoa realmente quer continuar recebendo o benefício é importante realizar essa comprovação de que está vivo.

Nesta segunda-feira (31), por exemplo, termina o prazo para as pessoas que receberam o chamado do INSS para fazer a prova de maneira digital. Quem não fez mesmo depois dessa solicitação está a algumas horas de perder o benefício. Então o ideal é correr para conseguir realizar o processo. 

Prova de vida

De acordo com o próprio INSS, cerca de 11 milhões de pessoas ainda precisam realizar a prova de vida. São brasileiros que não realizam o processo desde antes do último mês de março de 2020, quando o Instituto parou de obrigar os aposentados a fazerem isso.

No entanto, essa falta de obrigatoriedade não quis dizer proibição. Então embora as pessoas não tivessem que fazer isso, elas tinham o direito de realizar o processo se quisessem. E o fato é que muitas delas quiseram. Cerca de 14,3 milhões realizaram o procedimento em 2020.

E nestes primeiros meses de 2021, mais 10 milhões saíram de casa para fazer a prova de vida. Essas pessoas, que representam algo em torno de 2/3 de todos os beneficiários, não precisam se preocupar com essa nova exigência agora. É que elas não irão mais fazer o procedimento este ano.

Críticas ao INSS

No entanto, nem tudo são flores para o INSS neste momento. É que vários internautas estão criticando o instituto por voltar a pedir a obrigatoriedade da prova de vida neste momento. Isso porque a situação da pandemia ainda não melhorou no país.

De acordo com os dados das secretarias estaduais de saúde, o país registra até este momento cerca de 460 mil mortes em decorrência da pandemia do novo coronavírus. O Brasil é portanto um dos países que mais está sofrendo com a pandemia até aqui.

O INSS baseou a sua decisão de retomar a obrigatoriedade no início da vacinação contra a Covid-19 no Brasil. É que sabe-se que a maioria das cidades estão vacinando justamente as pessoas mais velhas neste momento. Então se imagina que elas tenham menos chance de contrair o vírus agora.

FONTE: NOTÍCIAS CONCURSOS

Clique aqui e faça parte de nosso grupo de whatsapp

Clique aqui e siga-nos no instagram

Clique aqui e siga-nos no facebook

Clique aqui e siga-nos no Twitter

Clique aqui e faça parte de nosso grupo de Telegram

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é WPP-1024x338.jpg
Publicidade

PUBLICIDADE

Publicidade

COLUNISTA FOTOGRAFICO

COLUNISTA VARIEDADE

Publicidade
error: O conteúdo está protegido !!