Connect with us

Brasil

Beneficiários do Auxílio Brasil terão acesso a cursos gratuitos de qualificação; veja detalhes

Publicado

on

O ministro da Cidadania, João Roma, declarou que os beneficiários do Auxílio Brasil terão acesso a cursos gratuitos.

Nesta quarta-feira (18), Roma participou do lançamento da nova fase do programa Qualifica Mais, no Ministério da Educação, e ressaltou o trabalho alinhado entre as mais diversas áreas do governo do presidente Jair Bolsonaro para promover transformação social.

Cursos gratuitos de qualificação

De acordo com o ministro, os beneficiários do Auxílio Brasil, com pelo menos 18 anos de idade e ensino fundamental completo, terão acesso a cursos gratuitos de qualificação de Microempreendedor Individual (MEI).

Assim, com essa iniciativa, Roma explica que será fortalecido o Plano Progredir, que busca ampliar a renda das famílias inscritas no Cadastro Único:

“Vamos direcionar as ofertas de vagas para os 100 municípios com maior concentração de beneficiários do Auxílio Brasil”, afirmou.

“Estamos falando de inclusão produtiva e de aumento de renda das pessoas assistidas pela rede de proteção social. O Qualifica Mais contará com a expertise de instituições que fazem parte da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica. Ao mesmo tempo, para mobilizar os alunos, terá o apoio das prefeituras e dos centros de referência do Sistema Único de Assistência Social SUAS”, disse.

A meta, destacou o ministro da Cidadania, é oferecer 23.500 vagas ainda este ano, por meio da Bolsa-Formação do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec), do Ministério da Educação.

As aulas começam em 2022, com potencial de alcançar mais de 65 mil pessoas. O investimento do Governo Federal vai superar R$ 37 milhões.

“Costumo dizer que o Ministério da Cidadania, como braço social do Governo Federal, tem a obrigação de levar as políticas públicas até a ponta, ao brasileiro que mais precisa. A parceria com o Ministério da Educação amplifica e consolida essa missão. Educação, proteção social e capacitação profissional formam um tripé virtuoso que leva à emancipação e à melhoria da qualidade de vida do cidadão brasileiro”, destacou.

Educação financeira

João Roma ainda salientou a parceria com o Ministério da Educação no lançamento do Programa Educação Financeira na Escola, nesta terça-feira (17).

A iniciativa vai capacitar professores em todo o país para ensinar às nossas crianças a cultura do planejamento, da poupança e do consumo consciente.

“O Governo Federal, portanto, conecta duas etapas do processo: oferece educação financeira para estudantes da rede pública de ensino e abre oportunidades de qualificação profissional para a entrada no mercado de trabalho”, disse Roma.

Com informações do Ministério da Cidadania

Clique aqui e faça parte de nosso grupo de whatsapp

Clique aqui e siga-nos no instagram

Clique aqui e siga-nos no facebook

Clique aqui e siga-nos no Twitter

Clique aqui e faça parte de nosso grupo de Telegram

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é WPP-1024x338.jpg
Publicidade

PUBLICIDADE

Publicidade

COLUNISTA FOTOGRAFICO

COLUNISTA VARIEDADE

Publicidade