Connect with us

destaque

Auxílio Emergencial: veja quanto tempo pode durar nova prorrogação

Publicado

on

O Auxílio Emergencial do Governo Federal deve chegar ao fim no próximo mês de agosto. No entanto, nos últimos dias cresceu muito dentro do Palácio do Planalto a ideia de uma nova prorrogação. O Ministro da Cidadania, João Roma, estaria atuando nos bastidores para conseguir essa aprovação.

De acordo com informações da emissora CNN Brasil, parte do Planalto já estaria estudando até o tempo deste nova prorrogação. E o mais provável é que ela seja de, no mínimo, seis meses. Caso isso se confirme, o Auxílio Emergencial poderia fazer pagamentos até o próximo mês de abril de 2022.

Assim, ele acabaria ganhando um ano completo de repasses. Vale lembrar que o Governo Federal retomou as liberações do Auxílio Emergencial em abril de 2021. De qualquer forma, o projeto em questão tende a mudar muito durante esse percurso de um ano entre o início e o final das liberações.

De acordo com o próprio Ministério da Cidadania, que é a pasta que responde pelo programa, o projeto em questão começou em abril atendendo algo em torno de 39 milhões de pessoas. Esse número foi caindo mês após mês até chegar em setembro com pouco mais de 35,4 milhões de beneficiários.

Caso haja uma prorrogação, a tendência natural é que essa queda siga acontecendo. A ideia, aliás,  é que cada vez mais pessoas acabem perdendo o direito de receber o benefício. Até que no próximo ano o Governo considere que não é mais preciso fazer os pagamentos e acabe de vez com o projeto.

Aposta nos empregos

Não é de hoje, aliás,  que o Ministro da Economia, Paulo Guedes, fala sobre esse assunto. De acordo com ele, a melhor solução para acabar com o Auxílio é dar emprego para os usuários. O problema, no entanto, é que a economia ainda não está completamente recuperada.

Segundo relatos nas redes sociais, muita gente está afirmando que ainda está difícil procurar emprego neste momento no Brasil. Essas pessoas querem que o Governo siga dando um ajuda para os informais pelos próximos meses.

Hoje, de acordo com as contas do próprio Ministério da Cidadania, espera-se que algo em torno de 25 milhões de pessoas acabem ficando sem nenhum tipo de renda a partir de novembro. Isso considerando um cenário sem prorrogação.

Auxílio Emergencial

O Governo Federal começou os pagamentos do Auxílio Emergencial ainda no ano passado, no período inicial da pandemia do novo coronavírus no país.  Naquele primeiro momento, as parcelas poderiam chegar até a R$ 1200 no caso das mulheres solteiras.

Hoje, o cenário é muito diferente. De acordo com o próprio Ministério da Cidadania, o valor dos pagamentos de agora variam entre R$ 150 e R$ 375 a depender do público que está recebendo. Mesmo diante de muita pressão, o Governo manteve esses patamares.

Partidos de oposição estão preparando um novo protesto contra o poder executivo. A movimentação deverá acontecer no próximo dia 2 de outubro. Entre as pautas está justamente a questão do valor do Auxílio Emergencial. Eles irão pedir um aumento para a casa dos R$ 600.

Notícias Concursos

Clique aqui e faça parte de nosso grupo de whatsapp

Clique aqui e siga-nos no instagram

Clique aqui e siga-nos no facebook

Clique aqui e siga-nos no Twitter

Clique aqui e faça parte de nosso grupo de Telegram

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é WPP-1024x338.jpg
Publicidade

PUBLICIDADE

Publicidade

COLUNISTA FOTOGRAFICO

COLUNISTA VARIEDADE

Publicidade