Connect with us

destaque

Auxílio Emergencial: veja quanto o Governo Federal já gastou em pagamentos este ano

Publicado

on

O Governo Federal anunciou que ultrapassou a marca dos R$ 40 bilhões com os pagamentos do Auxílio Emergencial este ano. Esse número foi alcançado depois dos repasses da quinta parcela do benefício. Pelo menos é isso o que mostram os dados oficiais do próprio poder executivo.

Inicialmente, o plano do Governo Federal era pagar apenas R$ 44 bilhões nesta nova versão do Auxílio Emergencial. Mas esse número só considerava que o Planalto iria fazer quatro pagamentos. Eles iriam durar, em tese, entre os meses de abril e julho. No entanto, esse planejamento acabou mudando de rota.

É que diante da continuação da crise sanitária causada pela pandemia do coronavírus, o Governo decidiu mudar de ideia. Eles aprovaram o pagamento de mais três parcelas do Auxílio Emergencial. Sendo assim, o programa que chegaria ao fim em julho, agora deverá seguir até outubro. O projeto ganhou um adição de mais R$ 20 bilhões.

O Governo Federal divulgou também a quantidade de pessoas que ainda estão recebendo o Auxílio Emergencial. Neste momento nós estamos falando de algo em torno de 35,4 milhões de cidadãos. Esse número representa uma queda significativa. É que o Planalto chegou a fazer pagamentos para algo em torno de 27 milhões de brasileiros.

Não se sabe oficialmente o que pode ter provocado essa queda. No entanto, sabe-se que há uma grande chance de que esses perfis tenham passado por cancelamentos após diversas análises da Dataprev. É que esse é justamente o órgão do Governo Federal que está trabalhando nessas verificações.

Cancelamentos

Desde a retomada dos pagamentos do Auxílio Emergencial, essa é uma prática recorrente da Dataprev. É que o Governo Federal está insistindo este ano na ideia de que pode conseguir evitar uma grande quantidade de fraudes no sistema, como aconteceu no ano passado.

Com esse argumento, a Dataprev segue realizando as suas análises nas mais de 35 milhões de contas do Auxílio Emergencial. E é justamente durante esse processo que se descobre as fraudes no programa.

De acordo com a própria Dataprev, quem não concorda com o cancelamento do benefício tem a oportunidade de contestar o resultado. Isso, no entanto, não é uma opção que aparece para todo mundo, mas apenas para aqueles que não passaram pelo bloqueio definitivo.

Auxílio Emergencial nas eleições

De acordo com membros do Governo Federal, o Presidente Jair Bolsonaro deverá falar muito sobre o Auxílio Emergencial no próximo ano. É que, para quem não lembra, 2022 é ano de eleições presidenciais.

A ideia de Bolsonaro é fazer com que o seu Auxílio Emergencial vire uma espécie de vitrine para tentar buscar a sua reeleição. Analistas acreditam que, apesar das críticas, o programa é bem visto pela grande maioria da população.

Além disso, o Governo também deve falar muito sobre o novo Bolsa Família. Isso porque o programa vai passar por mudanças. A ideia, aliás, é que o novo projeto entre em cena a partir do próximo mês de novembro.

Notícias Concursos

Clique aqui e faça parte de nosso grupo de whatsapp

Clique aqui e siga-nos no instagram

Clique aqui e siga-nos no facebook

Clique aqui e siga-nos no Twitter

Clique aqui e faça parte de nosso grupo de Telegram

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é WPP-1024x338.jpg
Publicidade

PUBLICIDADE

Publicidade

COLUNISTA FOTOGRAFICO

COLUNISTA VARIEDADE

Publicidade
error: O conteúdo está protegido !!