Connect with us

destaque

Auxílio Emergencial: usuários reclamam de filas em portas de agências

Publicado

on

O Presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães, disse em entrevista que o banco conseguiu diminuir muito o problema das filas nas portas das agências. No entanto, tem muita gente alegando que isso não é verdade. Relatos nas redes sociais dão conta de que a situação ainda está longe de melhoras.

Algumas pessoas estão chegando a postar vídeos nas redes sociais. Um deles mostra uma cidade no interior da Bahia. Centenas de usuários estão se aglomerando na porta de entrada de uma agência. Em outro posto, uma internauta cobra a promessa de aumento no número de atendentes.

Essas reclamações estão acontecendo justamente em um momento em que o Governo está liberando mais uma parcela do Auxílio Emergencial. Dessa forma, algo em torno de 9 milhões de brasileiros estão ganhando o direito de ir para as agências para retirar o dinheiro da 6ª parcela do benefício em questão.

De acordo com o calendário oficial do programa, esse pagamento está acontecendo de forma escalonada. E funciona desse jeito justamente para evitar que filas voltem a acontecer com tanta frequência. Acontece que mesmo com esse escalonamento, os relatos de reclamações não param de chegar.

E a tendência é que a situação não melhore nos próximos dias. É que a partir da próxima semana, a Caixa vai começar o processo de liberação dos saques para os usuários informais. Algo em torno de 29 milhões de pessoas poderão ir até o banco para retirar essa quantia em questão.

Caixa Tem

De acordo com a Caixa Econômica Federal, algo em torno de 70% de todos os usuários do Auxílio Emergencial movimentam o dinheiro através do Caixa Tem. Isto é, são pessoas que não estão precisando ir até as agências.

A Caixa afirma que essa é a melhor coisa a se fazer neste momento. Pelo app é possível fazer uma série de movimentações. E não custa lembrar que ninguém é obrigado a fazer o saque da quantia em espécie. Então quem puder evitar a visita ao banco, é melhor ficar em casa.

No entanto, mesmo com esses conselhos do banco, acontece que as filas ainda estão sendo registradas no país afora. O banco afirma que a ordem para os atendentes é atender todo mundo que esteja no local, mesmo que eles passem do horário final de atendimento.

Outros problemas

O fato é que muita gente pode ficar em casa e movimentar a quantia do Auxílio da sua residência. Só que em alguns casos, o cidadão vai ter que ir até a agência. E o fato é que para essas pessoas a situação não parece fácil.

Há casos, por exemplo, de indivíduos que estão passando por bloqueios no aplicativo. Quando isso acontece, não tem jeito. Ele vai ter realmente que ir até uma agência para tentar retirar o montante.

Também existem os casos de cidadãos que não possuem muita intimidade com a internet. Para esses brasileiros não há outra saída a não ser retirar a quantia em espécie. Então é importante saber que cada pessoa possui uma realidade própria

Notícias Concursos

Clique aqui e faça parte de nosso grupo de whatsapp

Clique aqui e siga-nos no instagram

Clique aqui e siga-nos no facebook

Clique aqui e siga-nos no Twitter

Clique aqui e faça parte de nosso grupo de Telegram

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é WPP-1024x338.jpg
Publicidade

PUBLICIDADE

Publicidade

COLUNISTA FOTOGRAFICO

COLUNISTA VARIEDADE

Publicidade