Connect with us

destaque

Auxílio emergencial: usuários pedem menos espaçamento entre pagamentos

Publicado

on

Usuários do Auxílio Emergencial estão começando a contar com as três parcelas restantes do benefício. De acordo com as informações oficiais, o Governo vai estender os pagamentos por mais três meses. Então, em tese, o programa vai seguir fazendo liberações por, pelo menos, até o próximo mês de outubro.

O que se sabe até aqui é que o Governo Federal não vai fazer muitas mudanças em relação ao que se vê atualmente. Os valores, por exemplo, serão os mesmos. De acordo com o Ministério da Cidadania, são montantes que variam entre R$ 150 e R$ 375 a depender da pessoa que está recebendo.

No entanto, usuários estão usando as redes sociais para pedir mudanças em alguns pontos do projeto. Uma dessas situações é a questão do espaçamento entre os pagamentos. Muita gente está pedindo para que a Caixa faça um esforço para liberar as quantias de cada ciclo em no máximo um mês de diferença de um para outro.

Hoje, ainda de acordo com o Ministério, esse espaçamento varia de grupo para grupo. Em alguns casos as pessoas estão tendo que esperar até 50 dias entre um pagamento e outro. Na prática, isso acaba tendo muita influência nas contas desses brasileiros. É que eles precisam ter que fazer o dinheiro render por muito mais tempo.

Nem o Governo Federal, nem o Ministério da Cidadania e nem a Caixa Econômica Federal se pronunciaram sobre o assunto ainda. De qualquer forma o mais provável é que eles não façam nenhuma mudanças sobre essa questão. É, aliás, a mesma coisa que eles estão achando dos outros pontos em questão.

Adiantamentos

O Governo Federal deve finalizar ainda nesta semana as liberações dos saques da quarta parcela do Auxílio Emergencial para os informais. Isso quer dizer que eles poderão ir para as agências e pegar o dinheiro em espécie.

Nessa quarta parcela e na anterior, a Caixa conseguiu adiantar tanto a liberação dos pagamentos como também os saques para os informais. Com isso, o espaçamento entre os repasses acabou diminuindo.

Ainda não dá para saber se eles irão continuar fazendo isso pelos próximos pagamentos da prorrogação. Até porque eles nem divulgaram essas datas para os informais ainda. O que resta agora é esperar para saber o que vem por aí.

Auxílio Emergencial

O Governo Federal decidiu retomar os pagamentos do Auxílio Emergencial ainda no último mês de abril deste ano. A previsão inicial era pagar o benefício até este último mês de julho. Seriam portanto quatro parcelas.

No entanto, como a pandemia do novo coronavírus ainda não deu sinais de que está acabando, o Governo decidiu prorrogar o benefício. Agora, ainda de acordo com informações do Planalto, acontecerão os pagamentos de mais três parcelas.

De qualquer forma, o Ministro da Economia, Paulo Guedes, disse em entrevista que esse período pode aumentar mais uma vez. Tudo vai depender novamente do desenvolvimento da pandemia do novo coronavírus no país.

Notícias Concursos

Clique aqui e faça parte de nosso grupo de whatsapp

Clique aqui e siga-nos no instagram

Clique aqui e siga-nos no facebook

Clique aqui e siga-nos no Twitter

Clique aqui e faça parte de nosso grupo de Telegram

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é WPP-1024x338.jpg
Publicidade

PUBLICIDADE

Publicidade

COLUNISTA FOTOGRAFICO

COLUNISTA VARIEDADE

Publicidade