Connect with us

Brasil

Auxílio Emergencial: Nova data de SAQUE; saiba quem pode

Publicado

on

A nova rodada de pagamentos do auxílio emergencial 2021 segue com o seu calendário oficial. Assim sendo, a Caixa Econômica Federal anuncia a liberação para o saque do benefício nesta terça (4) para aqueles nascidos em março, fora do programa Bolsa Família, ou seja, aqueles que fizeram o cadastro via aplicativo ou site, ou através do Cadastro Único.

Para os que recebem o Programa Bolsa Família (PBF) a programação ocorre de acordo com o dígito final do Número de Identificação Social (NIS), sendo que o pagamento e saque do ciclo 1 foi realizado no dia 30 de abril.

Vale lembrar que as parcelas variam entre R$150 e R$375 dependendo do perfil da família. A parcela de menor valor fica para aquele que mora sozinho; a de maior valor é destinada para a mãe solteira que sustenta a família; e por fim, o valor de R$250 é concedido para as demais famílias. Esta nova rodada proporciona o benefício para 45,6 milhões de brasileiros.

Segunda parcela do auxílio emergencial

O segundo ciclo de pagamentos do benefício tem previsão de início em 16 de maio para os aniversariantes de janeiro. Para os contemplados pelo Programa Bolsa Família, a data será 18 de maio, iniciando por aqueles que possuem o Número de Identificação Social com dígito final 1.

Confira o calendário de pagamentos:

Para aqueles que são fora do Programa Bolsa Família
Nascidos emPagamentoSaque
Janeiro16/0508/06
Fevereiro19/0510/06
Março23/0515/06
Abril26/0517/06
Maio28/0518/06
Junho30/0522/06
Julho02/0624/06
Agosto06/0629/06
Setembro09/0601/07
Outubro11/0602/07
Novembro13/0605/07
Dezembro16/0608/07
Para aqueles que fazem parte do Programa Bolsa Família
Cartão NIS com finalPagamento
118/05
219/05
320/05
421/05
524/05
625/05
726/05
827/05
928/05
031/05

Valor da parcela será aumentado?

Existe um projeto de lei cujo objetivo é aumentar o valor do auxílio emergencial 2021. A autoria é da deputada Tabata Amaral do Partido Democrático Trabalhista (PDT-SP), e ela defende: “Temos recursos para que as famílias não passem por privações, chegando ao limite escolher entre a fome ou a contaminação. É justo atualizar a tributação sobre os mais ricos”.

O projeto propõe o aumento das parcelas para o valor de R$600,00 (seiscentos reais), limitando até dois benefícios por família, mas consta ainda em tramitação na Câmara dos Deputados.

O benefício será prorrogado?

Em entrevista ao jornal O GLOBO, o Ministro da Economia, Paulo Guedes, declarou que uma nova prorrogação do auxílio emergencial pode acontecer.

Na entrevista, Guedes declarou: “Isso pode acontecer (em relação à prorrogação da nova rodada do auxílio emergencial). Tem recursos já separados para isso. O que a gente não sabe é que quando ele acabar, ele tem que aterrissar no Bolsa Família mais robusto e permanente. Tem que ser bem financiado”.

Fonte: brasil123

Para notícias 24 horas por dia, siga nossa rede social abaixo : 

Clique aqui e faça parte de nosso grupo de whatsapp

Clique aqui e siga-nos no instagram

Clique aqui e siga-nos no facebook

Clique aqui e siga-nos no Twitter

Clique aqui e faça parte de nosso grupo de Telegram

Publicidade

PUBLICIDADE

Publicidade

COLUNISTA FOTOGRAFICO

COLUNISTA VARIEDADE

Publicidade
error: O conteúdo está protegido !!