Connect with us

destaque

Auxílio emergencial: divisão entre liberação digital e de saques vai seguir na prorrogação

Publicado

on

O Governo Federal anunciou ainda na última semana a prorrogação do Auxílio Emergencial por mais dois meses. Assim, o programa que iria até este mês de julho, agora deverá seguir até, pelo menos, o próximo mês de outubro. Com a mudança, muita gente ainda está relatando dúvidas sobre o futuro do benefício.

Nas redes sociais, uma dessas questões que se repetem com frequência é em relação ao calendário de repasses desta prorrogação. Em uma postagem no perfil oficial da Caixa Econômica Federal, uma cidadã fez a seguinte pergunta: “Esse sistema de pagamentos que separa a liberação digital e de saques vai seguir na prorrogação?”

De acordo com as informações oficiais da própria Caixa Econômica a resposta é sim. É que segundo o banco, esse formato de pagamentos é importante para que se evitem fraudes. Dessa forma, eles acreditam que o uso de dois calendários acaba evitando que mais pessoas sejam vítimas de possíveis golpes.

Neste sistema, a Caixa usa dois calendários. O primeiro apresenta as datas da liberação do benefício de forma digital. É neste momento que o trabalhador vai receber o dinheiro, mas só vai poder mexer nele pela internet. E para fazer essa movimentação, ele vai precisar usar aplicativos como o Caixa Tem ou mesmo sites do Internet Banking.

O segundo calendário, no entanto, mostra as datas da liberação dos saques. É neste momento que esse mesmo trabalhador vai poder retirar o dinheiro em espécie de um caixa eletrônico. Entre as duas datas, há normalmente um intervalo de uma ou duas semanas. O trabalhador precisa escolher entre esperar ou usar a quantia de forma digital.

Informais

Vale sempre lembrar que essa lógica de pagamentos vale apenas para os trabalhadores informais. São aquelas pessoas que se inscreveram no Auxílio através do aplicativo do programa ou que estão no Cadúnico mas não recebem o Bolsa Família.

Todos os outros grupos obedecem apenas a um calendário. Eles podem retirar o dinheiro em espécie no mesmo momento da liberação digital da quantia. Ou ainda, se preferirem, podem usar também o aplicativo Caixa Tem ou o Internet Banking.

Aliás, de acordo com as informações oficiais da Caixa Econômica, esse grupo de pessoas que está no Bolsa Família deve começar a receber o dinheiro da quarta parcela a partir da próxima segunda-feira (19).

Auxílio Emergencial

Nas redes sociais, muita gente critica esse formato de pagamento do Auxílio Emergencial em duas fases para os informais. O principal argumento dessas pessoas é de que essa forma de repasse seria injusta com alguns trabalhadores.

De acordo com a Caixa Econômica Federal, cerca de 70% dos trabalhadores que recebem o Auxílio Emergencial usam o Caixa Tem para movimentar o dinheiro das parcelas do programa em questão. Eles dizem que este é um número a se comemorar.

Acontece que se esse dado estiver certo, então quer dizer que três em cada 10 usuários do programa não usam esse aplicativo. Parte deles, não o fazem porque não possuem conexão com internet. Essas pessoas portanto precisam esperar até a liberação dos saques.

Notícias Concursos

Clique aqui e faça parte de nosso grupo de whatsapp

Clique aqui e siga-nos no instagram

Clique aqui e siga-nos no facebook

Clique aqui e siga-nos no Twitter

Clique aqui e faça parte de nosso grupo de Telegram

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é WPP-1024x338.jpg
Publicidade

PUBLICIDADE

Publicidade

COLUNISTA FOTOGRAFICO

COLUNISTA VARIEDADE

Publicidade
error: O conteúdo está protegido !!