Connect with us

destaque

Auxílio de parentes que não moram juntos é cortado

Publicado

on

O Governo Federal já começou os pagamentos do novo Auxílio Emergencial. Mas nas redes sociais, muita gente ainda está reclamando da falta de informações em alguns pontos. Uma dessas confusões é sobre a questão do pagamento para pessoas da mesma família.

É que de acordo com as regras do novo Auxílio Emergencial, apenas uma pessoa da mesma família pode receber o benefício. Então mesmo que uma casa tenha dez pessoas, apenas uma dessas pessoas vai poder receber essas quantias. Se for um casal, apenas uma pessoa desse casal pode receber.

No ano passado, essa regra era um pouco mais maleável. É que na ocasião, o Governo estava permitindo o recebimento do Auxílio por até duas pessoas por família. Seja como for, este ano esta mudança está causando um pouco de confusão no público que vai receber.

Nas redes sociais, tem gente reclamando que a Caixa estaria negando o auxílio de uma pessoa só porque o irmão dessa pessoa já está recebendo. Até aí, não seria uma novidade. Mas e se esses dois irmãos não morarem mais juntos? E se cada um deles tiver uma família para cuidar?

“Meu auxílio foi negado porque minha irmã já vai receber, mais eu não moro com ela sou casado e tenho duas filhas. Aí como ela é minha irmã ela vai receber e eu não. Como é que pode um negócio desse? O que tem a ver isso? Ela tem a vida dela e eu a minha”, disse um internauta em seu perfil oficial do Twitter.

Essa é a resposta que aparece para essas pessoas:

Reprodução: Twitter

A negativa do Dataprev

Muita gente está se surpreendendo com essa decisão do Dataprev. Isso porque eles só sabem dessa negativa na hora exata em que eles estão consultando o resultado, no próprio site oficial das consultas. De acordo com os internautas, na maioria dos casos não há sequer a função de contestar essa situação.

Muitos internautas foram até os perfis oficiais do Dataprev e do Ministério da Cidadania para tentar expressar a revolta. Mas nem os agentes do Governo nem os administradores das redes sociais estão respondendo nenhuma dessas críticas que eles estão recebendo pela internet.

Nós também entramos em contato com o Ministério da Cidadania para saber o que os beneficiários podem fazer em casos como esses. Mas pelo menos até a publicação desta matéria, ninguém respondeu os nossos e-mails. O Governo Federal também não se manifestou sobre esse possível problema.

Auxílio Emergencial

O Governo começou o pagar o novo Auxílio Emergencial ainda no último dia 6 de abril. De lá para cá, vários trabalhadores informais já começaram a receber a primeira parcela do novo benefício. O calendário dos primeiros pagamentos para esse público vai até o próximo dia 30 de abril.

Os beneficiários do programa Bolsa Família também começaram a receber a primeira parcela. O início dos pagamentos para esse público foi na sexta-feira (16). Todos os beneficiários do Bolsa Família recebem o Auxílio automaticamente. Menos aqueles que já recebem mais do que o valor que o Governo está pagando.

De acordo com informações do próprio Ministério da Cidadania, o novo Auxílio Emergencial tem valores que variam entre R$ 150 e R$ 375. Mas a grande maioria das pessoas vai receber mesmo o menor valor. Pelo menos é isso o que revelam as informações da Caixa Econômica Federal.

FONTE: NOTÍCIAS CONCURSOS

Para notícias 24 horas por dia, siga nossa rede social abaixo : 

Clique aqui e faça parte de nosso grupo de whatsapp

Clique aqui e siga-nos no instagram

Clique aqui e siga-nos no facebook

Clique aqui e siga-nos no Twitter

Clique aqui e faça parte de nosso grupo de Telegram

Publicidade

PUBLICIDADE

Publicidade

COLUNISTA FOTOGRAFICO

COLUNISTA VARIEDADE

Publicidade
error: O conteúdo está protegido !!