Connect with us

destaque

Aplicativos e portais para movimentar benefícios do INSS e Auxílio Emergencial

Publicado

on

Somente um aparelho celular é necessário para que o cidadão brasileiro tenha acesso ao serviços do Governo Federal, 24 horas por dia e sete dias por semana. Dentre os serviços mais conhecidos, estão a carteira de trabalho, carteira motorista, solicitação e recebimento do Auxílio Emergencial e diversos outros benefícios. Assim, os serviços chegam aos usuários de gratuita e remota, sem a necessidade de deslocamento a alguma agência física de atendimento. 

Nesse sentido, o processo de utilização dos serviços digitais no Brasil vem ganhando a cada dia mais popularidade e novos usuários. Dessa forma, o portal eletrônico gov.br, atualmente oferece mais de três mil serviços com dois anos de execução.  

Os acessos e usuários aumentaram

Durante este período a página virtual fez com que seus acessos aumentassem cerca de 2542%. Em agosto de 2019, logo após sua criação, o serviço contava com seis milhões de acessos mensais, cenário bem distinto do atual. Contudo, de acordo com o último levantamento em junho de 2021, o serviço já contava com mais de 164 milhões de acessos mensais. 

Além disso, em dois anos de funcionamento, o portal já recebeu mais de 100 milhões de solicitações. Ademais, também já conta com mais de 100 milhões de usuários, que possuem acesso a todos os serviços digitais disponibilizados pelo órgão.

“O portal simplifica o acesso e a vida de todos. Isso porque os serviços federais passam a estar disponíveis de qualquer lugar, mesmos nos mais distantes ou onde não há uma agência física de órgão ou entidade”, relatou o secretário Especial de Modernização do Estado da Secretaria Geral da Presidência da República, Sérgio Queiroz. 

De acordo com o secretário, o ato de concentrar todos os serviços disponíveis em um único lugar é um dor principais pontos diferenciais do serviço.  

“Isso acaba com aquela necessidade de o cidadão ser obrigado a saber qual órgão presta qual serviço. Pra ele, o governo é um só. Então, o processo de demandar precisa ser padronizado e acessado de um só lugar”.

Principais serviços do portal

Entre os principais serviços mais acessados estão a Carteira Digital de Trânsito, tendo mais de 22 milhões de downloads. Ademais, também há a Carteira de Trabalho Digital, com mais de 17 milhões de usuários e o Meu INSS, que apresenta cerca de 11 milhões. 

Nesse sentido, o aposentado Dornelles Willians de Oliveira, de 67 anos, vem utilizando o aplicativo Meu INSS para efetuar o processo de prova de vida. De acordo com ele, então, “O aplicativo é muito fácil de usar e bastante seguro. Através dele realizei minha prova de vida do INSS este ano pelo celular, de forma fácil e rápida, no conforto da minha residência”.

As empresas também se beneficiam com o oferecimento dos serviços eletrônicos. Portanto, de acordo com Sérgio Queiroz, no caso das empresas os serviços que mais possuem destaque são os relacionados à Receita Federal e a obtenção de alvarás e licenças. 

Ademais, a grande maioria dos brasileiros acessa o portal através do telefone celular, representando 62.93%. Outros 36,48% utilizam o computador e somente 0,59% fazem uso do tablet. Segundo Queiroz, a expectativa do governo é que até o final do ano de 2022 todos os serviços federais existentes estejam disponíveis na plataforma.

Instituições bancárias digitais possibilitam a antecipação do saque do Auxílio Emergencial

Para além dos portais que organizam os benefícios do cidadão brasileiro, também existem outros mecanismos que facilitam outros serviços. Por exemplo, no caso do Auxílio Emergencial, por mais que o aplicativo Caixa Tem seja uma excelente ferramenta para movimentar os valores, a possibilidade de saque apenas chega aos participantes dias depois do depósito. Então, aplicativos bancários podem ser a solução.

O depósito dos valores referentes a 4ª parcela do benefício federal já se iniciaram no dia 19 de julho. Contudo, a realização do saque só estará disponível a partir do mês de agosto, conforme datas presentes no Calendário Oficial divulgado pela Caixa Econômica Federal.

Nesse sentido, poucas pessoas sabem que é possível antecipar o procedimento através da utilização dos bancos digitais.

Como antecipar o saque?

Os participantes do Auxílio Emergencial podem efetuar a antecipação do saque transferindo os valores do benefício para bancos digitais, como o Nubank, Banco Inter, C6 Bank, Mercado Pago, PagSeguro e PicPay. 

Assim, a transferência pode se realizar através de um boleto ou por meio do cartão do banco digital. O Nubank, Banco Inter e C6 Bank possibilitam a transferência dos valores por depósito efetuado por boleto bancário. Confira o passo a passo do Nubank: 

  • Acesse o aplicativo do seu banco digital; 
  • Selecionar o botão “Cobrança”; 
  • Em seguida, escolha a opção “Boleto”; 
  • Indique o valor do depósito; 
  • Escolha a forma de envio do boleto, e-mail ou copiar o código de barras; 
  • No aplicativo do Caixa Tem, escolha a função “pagamentos”; 
  • Digite ou cole a sequência do código de barras; 
  • Efetue o pagamento do boleto com o saldo do auxílio emergencial depositado na Poupança Social Digital; 
  • Aprove a efetivação do pagamento e salve seu comprovante; 
  • Agora basta aguardar a compensação do valor que irá acontecer em até 48h; 

Com o dinheiro em conta é possível sacar ou transferir para qualquer outra conta bancária.

Auxílio Emergencial e aplicativo Caixa Tem

Por meio do aplicativo oficial Caixa Tem é possível realizar diversas operações bancárias, como pagamento de contas e boletos, compras em diversos estabelecimentos, com o uso do cartão de débito virtual, e também transferências.

O Caixa Tem possibilita a realização de transferências de até R$ 600, com um limite diário de R$ 1200 e mensal de R$ 5000. Todos os serviços são oferecidos de maneira gratuita, sem nenhum custo para os usuários.

Ademais, as transferências para outras contas da Caixa Econômica são ilimitadas. Os beneficiários também poderão utilizar o PIX para efetuarem transferências e pagamentos. Este, por sua vez, foi desenvolvido pelo Banco Central e permite a realização imediata de transferências e pagamentos todos os dias do ano.

Contudo, a única exceção é no caso de transferências para a mesma titularidade. Pois, de acordo com o Banco Central o bloquei desta operação é uma forma de garantir que os valores pagos por meio do Auxílio Emergencial não sofram nenhum desconto ou abatimento de alguma dívida do titular no banco.

Notícias Concursos

Clique aqui e faça parte de nosso grupo de whatsapp

Clique aqui e siga-nos no instagram

Clique aqui e siga-nos no facebook

Clique aqui e siga-nos no Twitter

Clique aqui e faça parte de nosso grupo de Telegram

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é WPP-1024x338.jpg
Publicidade

PUBLICIDADE

Publicidade

COLUNISTA FOTOGRAFICO

COLUNISTA VARIEDADE

Publicidade